Projeto Poesia às 2as.feiras


SILVA, Abel. Sorte. IN: Só uma palavra me devora: poesia reunida e inéditos. 3a.ed. Rio de Janeiro, Record, 2001. p.58

Tenho sorte
de estar vivo

Sou poeta
sou feliz.

Da vida,
pudesse,
pediria
bis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância das Bibliotecas em 33 motivos.

“A virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna, e mais longos que o talhe de palmeira. O favo da jati não era doce como seu sorriso...."

O sabão, de Monteiro Lobato