Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

Atenção para o horário nesse feriado.

Imagem

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
MURRAY, Roseana; EICH, Cris (ilust.) Histórias de terror. IN: Brinquedos e brincadeiras. São Paulo, FTD, 2014. p.44
Chove. É noite de lua nova. Enquanto os adultos comem na sala, meninos e meninas comem na cozinha. A cozinheira senta na beira do fogão, atiça o fogo e conta: Eu juro que, minha gente, um sacizinho pitando  numa escuridão assim, ali, bem na janela. Quase caiu da gamela,  o leite azedou, a sopa estragou, a vela apagou. E outra noite, mas era de lua cheia, um lobisomem passou por aqui, ouvi seu passo de besta homem. O fogo crepita. Um medo bom percorre a mesa como um vento0. Ninguém fala.

Os livros mais vendidos da História.

Imagem
Milhões de livros são vendidos diariamente e além dos best-sellers que temos atualmente como a saga “Harry Potter” e “Crepúsculo”, existem livros que há alguns anos conquistam fãs pelos mundo.

A Bíblia Sagrada sai na frente, mas na sequência, vemos uma série de livros que abordam diversos temas fictícios como os lúdicos “O Senhor dos Anéis” e “O Pequeno Príncipe”. Temos um brasileiro na lista! “O Alquimista”, do escritor Paulo Coelho é um sucesso mundial, veja só:

BÍBLIA SAGRADA – 3.9 BILHÕESHá cerca de 50 anos, a Bíblia se tornou o livro mais vendido no mundo e, desde então, permanece no primeiro lugar do ranking. São aproximadamente 3,9 bilhões de cópias espalhadas pelo planeta traduzidas em mais de dois mil idiomas e dialetos. Em cada país, existe uma Sociedade Bíblica responsável pela garantia da verossimilhança das traduções com o texto original.
UM CONTO DE DUAS CIDADES – 200 MILHÕES Charles Dickens foi um dos romancistas ingleses mais famosos do século XIX. Seu romance de maior suc…

“Iracema” – Resumo e análise do livro de José de Alencar

Imagem
Fonte: https://guiadoestudante.abril.com.br/estudo/iracema-resumo-e-analise-do-livro-de-jose-alencar/Escrito em prosa poética, esse romance é um dos principais representantes da vertente indianista do movimento romântico A narrativa de Iracema estrutura-se em torno da história do amor de Martim por Iracema.
Diferentemente do que ocorre em outros romances de José de Alencar, como em O Guarani, o enredo de Iracema é aberto a interpretações. A relação entre Martim e Iracema significa a união entre o branco colonizador e o índio, entre a cultura europeia, civilizada, e os valores indígenas, apresentados como naturalmente bons. É uma espécie de mito de fundação da identidade brasileira.
Ainda menino, Alencar fez uma viagem pelo sertão. A experiência dessa viagem de garoto seria constantemente evocada pelo futuro escritor em seus romances, com imagens e impressões da exuberante natureza brasileira. Alguns espaços merecem destaque por ser palco de importantes acontecimentos desse romance: o cam…

Minha Vida de Menina - Análise da obra de Helena Morley

Imagem
Fonte: https://guiadoestudante.abril.com.br/estudo/sagarana-analise-da-obra-de-guimaraes-rosa/ Diário de uma adolescente mineira no fim do século XIX
Um diário escrito por uma adolescente entre seus 13 e 15 anos, na cidade de Diamantina (MG), no fim do século XIX. É assim que se apresenta a obra Minha vida de menina, de Helena Morley – pseudônimo de Alice Dayrell Caldeira Brant -, publicado em 1942. Aclamado à época de sua publicação, inclusive por nomes como Carlos Drummond de Andrade, o livro permanece um clássico, resgatado na lista obrigatória do vestibular 2018 da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), que seleciona alunos para a Universidade de São Paulo (USP).
Por ser originalmente um diário, a narrativa de Minha vida de menina é pouco usual para quem está acostumado com os grandes clássicos que costumam ser cobrados nos vestibulares. “Não é literatura que de fato se costuma encontrar porque muitas vezes não é sequer considerado literatura. Normalmente diários são cons…

Projeto Biblioteca Indica: livros de Zygmunt Bauman

Imagem
Foi o grande pensador da modernidade. Perspicaz analista de temas contemporâneos, deixou vasta obra - Sociólogo e filósofo, soube se comunicar diretamente com seus leitores, levando milhares de pessoas a pensar a sociedade atual através do conceito de liquidez. Professor emérito das universidades de Varsóvia e Leeds, tem cerca de quarenta livros publicados no Brasil, todos pela Zahar, com enorme sucesso de público. Bauman nasceu na Polônia e morreu na Inglaterra, onde vivia desde a década de 1970.

BAUMAN, Zygmunt; DENTZIEN, Plínio (trad.) Comunidade: a busca por segurança no mundo atual. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2003. 141p.
Localização física: 316.334.56 B341c

"Comunidade" associa-se hoje a uma sensação boa: "pertencer a uma comunidade" ou "estar em comunidade" transmite a idéias de proteção. Em outras palavras, é um novo nome para o paraíso perdido - mas um paraíso que ainda buscamos.
Em troca de segurança prometida, contudo, a vida em comunidade parece …

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
SILVA, Abel. Os poetas vencidos. IN: Só uma palavra me devora. Rio de Janeiro, Record, 2001. p.225
Os poetas vencidos são animais perigosos. É preciso ter cuidado com os poetas vencidos! Não se conhecem, contra eles, táticas, antibióticos vacinas, antídotos. O efeito desejado pelo poeta vencido é o mesmo perseguido pelos vampiros: criar o semelhante, outro poeta vencido. Um poeta vencido não é o sem fama amores grana pão colunas, festas, artigos salário cartaz sermão:
mas tão-somente o narciso no revés de seu espaço: perdido o espelho encontrado o aço.

Aos Que Não Têm Medo De Encarar A Realidade: 10 Romances Distópicos Muito Além De George Orwell

Imagem
Nascido na extinta Índia Britânica no dia 25 de junho 1903, o escritor e jornalista George Orwell é especialmente conhecido por obras como "A Revolução dos Bichos" e o romance distópico "1984", publicado em 1949. Seus trabalhos de não ficção, por outro lado, assinalam fases menos gloriosas, como registrou em "Na Pior em Paris e Londres", com experiências do autor em situações de pobreza extrema, ou em "Lutando na Espanha", que conta o período que viveu na Guerra Civil Espanhola.
As críticas sobre injustiça social estiveram sempre presentes em seus textos, mas a realidade criada em 1984 destacou narrativas de estados totalitários, por vezes semelhantes a regimes autocráticos vistos ao longo da história. Conheça outros livros que também imaginaram diferentes versões de distopia:

Ciclo de Palestras Atualidades

Imagem

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
SILVA, Abel. Cada dia. IN: Só uma palavra me devora: poesia reunida e inéditos. 3a.ed. Rio de Janeiro, Record, 2001. p.86
Ainda que eu andasse  pelo vale das sombras da morte onde se esgueiram negros cães feridos e tristes mendigos não mendigam mais e onde os poderosos passam televistos de perfil, na maciez de seus veículos blindados (levam no sangue os venenos que excitam nos dedos os anéis dos crimes mais cruéis nos olhos os punhais que nunca dormem nos dentes as cáries domadas a ouro, ferro, metais que trituram na raiz todos os ais do coração) eu não temeria mal algum o meu amor me guarda travessia de cada dia.

Tem feriado nesta sexta.

Imagem

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
QUINTANA, Mário. Passeio suburbano. IN: Baú de espantos. Rio de Janeiro, Alfaguara, 2014. p.60
Encontrei uma menina que me perguntou se era verdade que iam demolir aquele belíssimo pé de figueira Não, ela não disse belíssimo... Foi por uma questão de ritmo que acrescentei aqui esse adjetivo inútil. Feliz de quem vive ainda no mundo dos substantivos: o resto é literatura... Sorri-lhe cumplicemente (e tristemente) porque me lembro que em meio ao quintal lá de casa havia uma paineira enorme (ultrapassava em altura o primeiro andar de meu quarto) Quando florescia, era uma glória! Talvez fosse ela que impediu que meus sonhos de menino solitário tenham sido todos em preto e branco. Uma glória... Até que um dia foi posta abaixo simplesmente "porque prejudicava o desenvolvimento das árvores frutíferas" Ora, as árvores frutíferas! Bem sabes, meninazinha, que os nossos olhos também precisam de alimento

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
SILVA, Abel. Sorte. IN: Só uma palavra me devora: poesia reunida e inéditos. 3a.ed. Rio de Janeiro, Record, 2001. p.58
Tenho sorte de estar vivo
Sou poeta sou feliz.
Da vida, pudesse, pediria bis.