Projeto Poesia às segundas-feiras

MATTOSO, Glauco. Recado. IN: Poética na Política: cem sonetos panfletários. São Paulo, Geração, 2004, p.10

Prezado presidente: quem lhe escreve
é cego e literato, caso inverso
do povo analfabeto, disperso
quis vê-lo lá pra já. Mas serei breve.

Também me revoltei, quase fiz greve
de fome, mas não roubo nem malverso.
Enquanto escuto os outros, faço verso
e creio que o senhor algo lhes deve.

O gringo é quem nos deve! Não lhe pague!
Resgate a real dívida, faminta,
interna, já que a externa é blefe e blague!

Se o banco protesta, deixe que sinta
no bolso o que é perder um Gulag!
Prometa-lhe que um dia paga! Minta!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância das Bibliotecas em 33 motivos.

“A virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna, e mais longos que o talhe de palmeira. O favo da jati não era doce como seu sorriso...."

O sabão, de Monteiro Lobato