Postagens

Biblioteca Indica: Sempre é tempo para bons sentimentos. Histórias de amor, paz, amizade, esperança, fé, lealdade, gratidão e solidariedade.

Imagem
"Todo o nosso conhecimento se inicia com sentimentos."


SCHOLES, Katherine; INGPEN, Robert. Tempos de paz. Localização: J S391t A Unesco, desde sua criação no final da Segunda Guerra Mundial, já declarava: As guerras nascem no espírito dos homens; logo, é no seu espírito que precisam ser erguidos os baluartes da paz. Aprenda a resolver pacificamente os problemas de sua vida - primeiro que tudo. Isso porque a paz começa com você. No seu próprio quintal. Ainda há as imagens belíssimas de Robert Ingpen que interagem com o tom questionador e reflexivo do livro. Sua leitura contribuirá para sensibilizar a criança a ter uma relação harmoniosa consigo mesma, com os outros e com a natureza.

GEE, Darien; KLESCK, Alice. O pão da amizade. Localização: F G263p Um presente anônimo conduz uma mulher a uma jornada que ela jamais poderia imaginar. Certa tarde, Julia Evarts e Gracie, sua filha de cinco anos, chegam em casa e encontram um presente na varanda da frente: um pão da amizade com o simpl…

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Meu pai. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.440

meu pai foi
ao Rio se tratar de
um câncer (que
o mataria) mas
perdeu os óculos 
na viagem

Quando lhe levei
os óculos novos
comprados na Ótica
Fluminense ele
examinou o estojo com
o nome da loja dobrou
a nota de compra guardou-a
no bolso e falou:
quero ver
agora qual é o
sacana que vai dizer
que eu nunca estive
no Rio de Janeiro



A química entre o livro e você.

Imagem

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Os vivos. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.455

Os vivos são vorazes
são glutões ferozes:
até dos mortos comem
carnes ossos vozes

Se devoram os mortos
devoram os outros vivos:
pelos olhos sexo
elogios, sorrisos

Os vivos são dotados
de famintas bocas:
devoram o que vêem,
o que cheiram e tocam

Os vivos são fornalhas
em sempre operação:
em sua mente e ventre
tudo vira carvão

O mar a pedra a manhã
são ali combustível:
o vivo, voraz, muda
o visível em visível

O mar a pedra a manhã
-- que ele queima em seus risos --
viram pele e cabelos
do corpo, que é ele vivo

e onde habita alguém
-- seja espírito ou não --
alimentado também
por essa combustão

que tudo vaporiza.
Mas que agora na pele
desta efêmera mão
é afago de brisa.



Ultrapassado!? Sei...

Imagem

Uma troca de ideias inteligente. Um debate sobre sua cidade.

Imagem
Serviço:
Biblioteca Monteiro Lobato, Auditório Pedro Dias Gonçalves
Rua João Gonçalves, 439 Centro Guarulhos
Informações: (11) 2087-6900 ou aapah.org.br
Inscrições pelo site: aapah.org.br

Como explicar política e corrupção às crianças? – Por Ruth Rocha Literatura

Imagem
Tudo começa emuma cidade chamada Egôlandia Não “tão tão” distante assim… a escritora paulista Ruth Rocha especializada em literatura infantil e inspirada por Monteiro Lobato, publicou em 1989 um de seus exemplares mais vendidos: “Uma história de Rabos presos” que mistura política e questões sociais. Em Egolândia, o prefeito Egomeu consegue se eleger graças a “parceria” com o Coronel Eurico que paga alguns milhares de camisas para a campanha. Em troca o prefeito abriu uma estrada para atender as terras do Coronel que passaram a valorizar cada vez mais. Só que os favores não pararam por aí e as pessoas começaram a nascer com rabos presos. E os rabos vão se multiplicando e se enroscando uns aos outros mostrando que afinal, todo mundo tem alguns “favorzinhos” pendentes. Ruth Rocha passeia entre as estruturas do governo brasileiro: Executivo, legislativo e judiciário, e demonstra como a influência e o poder de pessoas diretamente ligadas ao governo em seus diversos âmbitos, prejudicam e le…

Mova-se, reinvente-se.

Imagem