Postagens

Mostrando postagens com o rótulo A importância de ler

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Oswald morto. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.73

Enterraram ontem em São Paulo
um anjo antropófago
de asas de folha de bananeira
(mais um nome que se mistura à nossa vegetação tropical)

As escolas e as usinas paulistas
não se detiverem
para olhar o corpo do poeta que anunciara a civilização do ócio
Quanto  mais pressa  mais vagar

O lenço em que pela última vez
assoou o nariz
era uma bandeira nacional

NOTA:
Fez sol o dia inteiro em Ipanema
Oswald de Andrade ajudou o crespúsculo
hoje domingo 24 de outubro de 1954

"Pesquisador da Casa Rui Barbosa, que vendia cocada na rua, diz que biblioteca pode mudar vida." Deixe a Biblioteca e os livros ajudarem em seu caminho também. Você vai sentir seus olhos abrirem para coisas não antes imaginadas.

Imagem
Mariana Menezes - MinC 
Formado em Biblioteconomia, Letras Francês, Letras Tradução Francês, Filosofia e Teologia e fluente em oito línguas, Cristian Santos, servidor público da Câmara dos Deputados e pesquisador da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), acaba de receber um dos mais importantes prêmios literários da América Latina, o Casa de las Américas, na categoria literatura brasileira. Cristian foi premiado com o livro Devotos e devassos - Representação dos padres e beatas na literatura anticlerical brasileira, resultado da tese de mestrado feita pelo pesquisador na Universidade de Brasília (UnB)..

O livro premiado traça um panorama da representação de personagens religiosos em três livros da segunda metade do século XIX considerados anticlericais: O Mulato e O Homem, de Aluísio Azevedo, e Morbus: Romance Patológico, de Farias Neves Sobrinho.
Segundo Cristian, a literatura e as bibliotecas o salvaram de uma condição de muita vulnerabilidade social. O brasiliense vendeu cocada dos nove…

Com o tempo gasto no Facebook, você leria 200 livros em um ano.

Imagem
Maria Confort - Manual do Homem Moderno
Acha que lê pouco? A culpa, além da sua preguiça, é provavelmente do Facebook. O tempo que você gasta na rede social poderia te dar uma brecha no seu dia para ler cerca de 200 livros em um ano.

Sabe aquela desculpa de não ter tempo para ler? Então, ela é uma furada. Tudo na vida é prioridades e, neste caso, a sua prioridade provavelmente é passar boa parte do seu tempo vendo seu feed de notícias. Quem garante isso é o escritor norte-americano Charles Chu, que comprovou a própria tese em 2015, quando lançou a si mesmo o desafio de ler pelo menos 3 livros por semana.


A ideia começou quando ele descobriu que seu ídolo, o investidor Warren Buffett, atribuía o próprio sucesso à força da sua relação com os livros. Segundo o bilionário em uma entrevista para o USA Today, o ideal para o sucesso é ler 500 páginas por dia: “É assim que o conhecimento funciona, é construído (…) Qualquer um é capaz de ler 500 páginas por dia, embora a minoria realmente faça is…

Quanto mais livros em casa, melhor a capacidade de leitura da criança.

Imagem
Vitória Batistati - Revista Crescer 
No início deste mês, o jornal Pediatric Academic Societies Meeting publicou um novo estudo que mostra que a proximidade das crianças com os livros ainda na primeira infância pode aumentar as habilidades delas com o vocabulário e a leitura nos anos seguintes.
A descoberta dos pediatras foi reveladora: eles perceberam que aquilo que os bebês escutam nas leituras permanece com eles e exerce influência no aprendizado quatro anos depois, quando chega a hora de ingressar no ensino primário. Para chegar a esse resultado, os especialistas analisaram, durante quase 4 anos, a compreensão da linguagem e as habilidades de leitura em mais de 250 mães e seus filhos de 6 meses até eles completarem 4 anos e meio.
A conclusão a qual os pediatras chegaram foi é que, quantos mais livros a família tiver em casa, mais desenvolvida será a linguagem da criança no futuro. Como explica uma das cientistas responsáveis pelo estudo, famílias que possuem 100 livros em casa têm fi…

Para quem não gosta de ler: Machado de Assis e Guimarães Rosa deveriam ser lidos por leitores jovens?

Imagem
Texto adaptado da coluna do Jornalista Raphael Montes do Jornal "O Globo". Esse texto é para você ou não?
No último dia 23 de abril comemorou-se o Dia Mundial do Livro, criado pela Unesco para encorajar as pessoas, especialmente os jovens, a descobrir os prazeres da leitura e a conhecer a enorme contribuição dos autores de livros através dos séculos. A data foi escolhida pelo fato de que, neste dia do ano de 1616, morreram Miguel de Cervantes, William Shakespeare e Garcilaso de la Vega. Outros escritores importantes também nasceram ou morreram em 23 de abril, como Maurice Druon, Vladimir Nabokov, Manuel Mejía Vallejo e Josep Pia.
Tenho íntima relação com os livros e não poderia deixar de aproveitar o espaço desta coluna para comemorar a data. No entanto, tomado pelo espírito da festividade, direciono este texto não aos meus pares — aqueles apaixonados por livros, que devoram as páginas para mergulhar em um novo mundo —, mas sim àqueles que não gostam de ler; que acham chato,…

Quer Melhorar a Memória? Leia Mais!

Imagem
A maioria das pessoas em algum momento já reclamou por sempre esquecer algo, você não gostaria de melhorar isso? Confira como a leitura pode ser uma ótima aliada e depois venha fazer sua carteirinha!



Ler é condição básica para o bom funcionamento da memória. Profissionais como professores, atores e jornalistas, que por conta de seu trabalho leem diariamente, conseguem manter uma boa memória até a velhice. O hábito de ler exercita a atenção e a principal causa de problemas de memória, mesmo em pessoas jovens, é a falta desse hábito.
O neurologista Tarso Adoni e a neurocientista Suzana Herculano afirmam que para ter atenção é fundamental concentração na atividade, uma vez que para ser bem executada, necessita de boa memória. Buscar ambiente tranquilo, sem barulho e sem poluição visual é o primeiro caminho para se manter concentrado. Segundo os especialistas, a memorização passa por quatro etapas: atenção; compressão; armazenamento; resgate. O cérebro tem seus limites de trânsito de informações…

O caminho dos livros

Imagem
A história de P. V. P. S., 18 anos, poderia ser apenas mais uma entre tantas outras trajetórias sofridas da juventude brasileira, não tivesse o gosto pela leitura acometido o jovem. Da internação sob regime do Estatuto da Criança do Adolescente (ECA) à faculdade: aprovado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), P. credenciou-se a cursar engenharia civil e virou mais uma página em sua vida.
Sobre a importância dos livros na conquista de uma vaga no ensino superior e no redirecionamento das expectativas em relação ao futuro, P. é categórico. “O meu pouco passado e todo o meu futuro”, definiu. “Eu vi que ali estava a oportunidade de fazer minha mãe parar de chorar”.

Às vésperas de deixar a Unidade de Internação de Saída Sistemática (UISS), no Distrito Federal (DF), o socioeducando falou sobre a opção pela engenharia civil. “Meu pai era pedreiro. De vez em quando, ele me levava para as obras e me mostrava o engenheiro e falava que eu tinha que ser engenheiro”, explicou. “A primeira coisa …