Esperança – Por Mario Quintana

Imagem
Mario Quintana, poeta gaúcho, era chamado de “poeta da esperança”, sobre ela chegou a dizer em entrevista:“O ditado diz que, enquanto há vida, há esperança. Eu digo que enquanto há esperança há vida. Porque nunca foi encontrado em nenhuma parte do mundo, num bolso de um suicida, um bilhete de loteria que fosse correr no dia seguinte”.  O seu tratamento poético da esperança não é ingênuo nem se confunde com o otimismo tolo. A propósito da diferença entre esperança e otimismo, vale a pena observar o que disse o escritor e psicanalista mineiro, radicado em Campinas, Rubem Alves: O poeta inglês Samuel Johnson observou que os saltos do ser humano não são, como se poderia esperar, de prazer em prazer mas de esperança em esperança. Por conta disso, talvez não seja exagero dizer que o homem é o único animal que tem esperança e que, por isso, é o único para o qual o futuro, e nele o ano novo, faz sentido. Neste vídeo, o ator Ivan Lima declama o belo poema Esperança – de Mario Quintana – confi…

Serviços

Auditório Pedro Dias Gonçalves

Espaço anexo à Biblioteca Monteiro Lobato, inaugurado em 1968. É a primeiro auditório público da história da cidade. Possui capacidade para 130 pessoas e seu nome foi dado em homenagem ao poeta e escritor Pedro Dias Gonçalves, militante do movimento literário de Guarulhos na década de 1980.

Ateliê de Conservação, Encadernação e Restauro

Espaço e equipamentos para restauro e conservação do acervo do Sistema de Bibliotecas Públicas Municipais de Guarulhos.

Bibliotecas especializadas

Biblioteca do Conservatório Municipal de Arte (Música) e Centro de Incentivo à Leitura Luís de Camões (Infanto-Juvenil). Confira endereços.

Bibliotecas ramais

As bibliotecas ramais foram criadas com o intuito de descentralizar o atendimento e facilitar o acesso à informação para a população dos bairros ou a públicos específicos, além de desenvolver projetos de ação cultural (teatro, contação de história, exibição de filmes, oficinas etc.) e de incentivo a leitura. Confira endereços.

Espaço Braille Profª. Alice Ribeiro

Atendimento especializado a pessoas com deficiência visual (cegos ou com baixa visão). Possui mais de 900 títulos em Braille, inclusive de literatura infanto-juvenil, produzidos pelos alunos da oficina sobre linguagem Braille e audiolivros. Ademais, os seguintes equipamentos: lupa eletrônica, impressora e máquinas Braille, software Jaws, cabine de gravação. Com a ajuda de voluntários e servidores, promove eventos periódicos de audiodescrição.

Espaço Troca Livros

Troca e/ou doação de gibis, revistas, CDs, fitas, VHS e LPs.

Gibiteca e Mangateca

Espaço dedicado às histórias em quadrinhos. Estão disponíveis para consulta e leitura aos maiores de 12 anos de idade.

Hemeroteca (Setor de Jornais e Revistas)

Área destinada à leitura e consulta de jornais, revistas, guias, almanaques, listas telefônicas, artigos selecionados sobre assuntos da atualidade e informações sobre a memória da cidade.

Pesquisa e circulante

Consulta e empréstimo de livros, revistas, gibis e apostilas.

Telecentro

Serviço de inclusão digital com acesso gratuito a Internet.

Postagens mais visitadas deste blog

Espaço Troca-Livros: Novo regulamento.

Busque você mesmo!