Projeto Poesia às 2as.feiras


SOUZA, Angela Leite de, ilustrações da autora. Bordado. IN: Entrelinhas
Belo Horizonte, Lê, 2013. p.22

Quando nasci
minha história
era um simples paninho,
retalho branco de linho,
que Dona Vida
foi esticando entre os aros
de um bastidor
e começou a bordar
com linhas de toda cor.
Minha avó, em ponto de haste,
desenhou uma flor.
Meu avô, em ponto cheio,
fez uma bola.
Com linha de seda
minha mãe escreveu 
a palavra amor.
E o meu pai,
valentia.
A professora,
sabedoria.
Minha irmã bordou um ninho
onde meu primo pousou
um passarinho.
Meu amigo
pôs um laço.
Agora é comigo.
Mas, como eu faço,
se eu nunca fiz
ponto de cruz
e muito menos
ponto paris?

Além do mais,
como é que se borda
um grande medo?
Qual é a forma do tempo?
E a cor do pensamento?
Onde eu ponho 
todos os meus sonhos?

Postar um comentário