Uma reflexão sobre a importância da biblioteca na sociedade: a quantidade e qualidade de bibliotecas é um indicador de que determinada sociedade é sofisticada.

Fonte: http://maniabiblio.blogspot.com.br/


Imagem relacionada
carolinaparent.com
A existência de bibliotecas ou algo similar em uma determinada cultura é um forte indício de que ela é avançada em comparação com as demais que não possuem este cuidado de criar instituições e mecanismos responsáveis em registrar e organizar os conhecimentos que são produzidos pelos homens e mulheres participantes do contexto. 
Na Grécia antiga durante a época dos grandes filósofos, a existência de bibliotecas era considerada essencial, e lá os sábios e seus discípulos dedicavam muito tempo e dedicação no estudo das obras e produção de conhecimento. 
No Império Romano também havia este cuidado em preservar os conteúdos que sempre estavam sendo analisados por intelectuais que davam algum tipo de retorno à sociedade. 
O mesmo não podemos falar sobre a Idade Média onde o estilo de vida feudal afastava quase toda a população dos saberes registrados, naquela época pouquíssimas pessoas sabiam ler, as bibliotecas eram isoladas dos agrupamentos humanos mais vastos, geralmente, localizavam-se junto a mosteiros em regiões de difícil acesso. 
Trazendo essa situação para o mundo atual podemos notar que países bem desenvolvidos possuem uma vasta rede de bibliotecas em seu território sendo estas bem equipadas e com um amplo número de usuários.
É possível notar uma relação entre os nível cultural de um povo e o grua de prosperidade do mesmo. 
Portanto, a quantidade e qualidade de bibliotecas é um indicador de que determinada sociedade é sofisticada.
Postar um comentário