Projeto Poesia às 2as.feiras


LISBOA, Henriqueta ; CRUZA, Nelson (ilust.) O tempo é um fio. IN: O menino poeta. São Paulo, Peirópolis, 2008. p.65

O tempo é um fio
bastante frágil.
Um fio fino
que à toa escapa.

O tempo é um fio.
Tecei! Tecei!
Rendas de bilro
com gentileza.
Com mais empenho
fraças espessas.
Malhas e redes 
com mais astúcia.

O tempo é um fio
que vale muito.

Franças espessas
carregam frutos.
Malhas e redes
apanham peixes.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!