Projeto Poesia às 2as.feiras


LALAU ; LAURABEATRIZ (ilust.) Águia cinzenta. IN: Bem brasileirinhos: poesia para os bichos mais especiais da nossa fauna. São Paulo, Cosac Naify, 2004. 

A águia cinzenta encontrou um anjinho brincando numa árvore bem alta.
-- Anjo, me ajude. Preciso voar para o ceu. Já fiz o que pude.
-- Mas você tem músculos, garras, é valente. Para chegar lá, nada lhe falta.
-- É que minhas forças não são suficientes. Cansei de fugir dessa gente que destroi minha casa e me caça para trofeu.
-- Que coisa violenta. Sabe o que pode ser feito? Um banho de água benta!
-- Seria quase perfeito, meu amigo. Mas tem que ser oito ou ointenta: me dê cá suas asas, pois, juntando com as minhas, poderei voar, voar, voar.
-- Epa!... Desse jeito não dá! Se eu perder minhas asinhas, Papai do Ceu me põe de castigo. Águia cinzenta, relaxa e senta. Vamos rezar, rezar, rezar.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!

Programa Agentes de Leitura