Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. O lampejo. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.356

O poema não voa de asa-delta
não mora na Barra
não frequenta o Maksoud.
Pra falar a verdade, o poema não voa:
anda a pé
e acaba de ser expulso da fazenda Utupu
                                           pela polícia.

Como mal dorme mal cheira a suor,
parece demais com o povo:
                                            é assaltante?
                                            é posseiro?
                                            é vagabundo?
frequentemente o detêm para averiguações
          às vezes o espancam
          às vezes o matam
          às vezes o resgatam
          da merda
                         por um dia
e o fazem sorrir diante das câmeras da TV
de banho tomado.

O poema se vende
                se corrompe
confia no governo
desconfia
de repente se zanga
e quebra trezentos ônibus nas ruas de Salvador.

O poema é confuso
mas tem o rosto da história brasileira:
               tisnado de sol
   …

Mundo dos Quadrinhos



Bakuman



Bakuman é um mangá escrito por Tsugumi Ohba e ilustrado por Takeshi Obata.
Bakuman começa com Moritaka Mashiro, um estudante do ginásio, que esquece o seu caderno com um desenho de sua paixão e colega de classe, Miho Azuki, em sua sala de aula. Quando ele percebe e volta para a sala de aula depois da escola, seu colega, Akito Takagi, está esperando por ele com o caderno em mãos, e diz a ele que ele acredita que Azuki gosta de Mashiro também. Mashiro acaba pensando que Takagi também gosta de Azuki. Takagi, então, tenta convencer Mashiro a se tornar um mangaká (quadrinista de mangá) e o chama para ilustrar as histórias que ele escreve. No entanto, Mashiro, é relutante, devido a sua desilusão com a sociedade moderna e o destino de seu tio, um antigo mangaká que morreu por excesso de trabalho, enquanto tentava recuperar seu status. Mais tarde, Mashiro se declara para Azuki e descobre que ela quer ser uma seiyū (dubladora). Lembrando das desventuras românticas de seu tio, pedi Azuki em casamento, sob a condição de que eles só se casem depois de alcançarem seus sonhos. Com a sua auto-estima renovada, Mashiro tenta tornar esse sonho realidade. Seu objetivo é ter a voz de Azuki dublando a heroína na adaptação do anime de seu mangá. Para ter a maior probabilidade de sucesso, ele e Takagi concordam em entrar na revista semanal Weekly Shōnen Jump e tentar criar o mangá mais popular para a mesma.
A história possuí a metalinguagem da criação dos mangás de forma simples, demonstrando as relações entre editor-autor, as dificuldades em ser aprovado e de manter semanalmente um mangá em uma revista semanal.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!

Programa Agentes de Leitura