Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. O lampejo. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.356

O poema não voa de asa-delta
não mora na Barra
não frequenta o Maksoud.
Pra falar a verdade, o poema não voa:
anda a pé
e acaba de ser expulso da fazenda Utupu
                                           pela polícia.

Como mal dorme mal cheira a suor,
parece demais com o povo:
                                            é assaltante?
                                            é posseiro?
                                            é vagabundo?
frequentemente o detêm para averiguações
          às vezes o espancam
          às vezes o matam
          às vezes o resgatam
          da merda
                         por um dia
e o fazem sorrir diante das câmeras da TV
de banho tomado.

O poema se vende
                se corrompe
confia no governo
desconfia
de repente se zanga
e quebra trezentos ônibus nas ruas de Salvador.

O poema é confuso
mas tem o rosto da história brasileira:
               tisnado de sol
   …

Mundo dos Quadrinhos



Aishiteruze Baby

 

Aishiteruze Baby é um manga  em sete volumes escrito por Yoko Maki, que se centra na vida de Kippei Katakura, um típico playboy que gasta seu tempo com garotas (por exemplo, para cada dia da semana uma namorada). Um dia, sua irmã mais velha liga e diz para ele ir correndo para casa. Quando chega lá encontra Yuzuyu Sakashita, sua prima de cinco anos. Sua irmã diz que ele terá de cuidar dela, pois sua mãe sumiu no mundo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!

Programa Agentes de Leitura