Biblioteca Indica: Sempre é tempo para bons sentimentos. Histórias de amor, paz, amizade, esperança, fé, lealdade, gratidão e solidariedade.

Imagem
"Todo o nosso conhecimento se inicia com sentimentos."


SCHOLES, Katherine; INGPEN, Robert. Tempos de paz. Localização: J S391t A Unesco, desde sua criação no final da Segunda Guerra Mundial, já declarava: As guerras nascem no espírito dos homens; logo, é no seu espírito que precisam ser erguidos os baluartes da paz. Aprenda a resolver pacificamente os problemas de sua vida - primeiro que tudo. Isso porque a paz começa com você. No seu próprio quintal. Ainda há as imagens belíssimas de Robert Ingpen que interagem com o tom questionador e reflexivo do livro. Sua leitura contribuirá para sensibilizar a criança a ter uma relação harmoniosa consigo mesma, com os outros e com a natureza.

GEE, Darien; KLESCK, Alice. O pão da amizade. Localização: F G263p Um presente anônimo conduz uma mulher a uma jornada que ela jamais poderia imaginar. Certa tarde, Julia Evarts e Gracie, sua filha de cinco anos, chegam em casa e encontram um presente na varanda da frente: um pão da amizade com o simpl…

Acontece na rede: mais e mais pessoas continuam descobrindo o talento e a história de Helionardo.

Aluno da Rede Municipal expõe desenhos na Biblioteca Monteiro Lobato

Um pouco tímido, carinhoso, sorridente e meigo. Quando está diante de papel e lápis, Helionardo Gomes Santos, de 9 anos, aluno da EPG Pedrinho e Narizinho, não pensa em outra coisa, a não ser desenhar. E como desenha bem esse rapazinho.
Seu talento rendeu-lhe a participação na programação especial da lV Semana de Conscientização sobre Autismo em Guarulhos com a exposição Artista Autista na Biblioteca Monteiro Lobato. As atividades da Semana são parte do Dia Mundial de Conscientização do Autismo, comemorado no último dia 2 de abril. A exposição fica em cartaz até 30 de abril.
Há dois anos, quando Helionardo foi diagnosticado com autismo, o mundo de sua mãe, Maria da Glória Gomes Santos, de 31 anos, desabou.
Abandonei o emprego para me dedicar exclusivamente a ele”, conta. Maria da Glória queria fazer diferença na vida do filho, mostrar que apesar da deficiência recém-descoberta, nada o impediria de realizar seus sonhos.
Vencida a timidez do primeiro encontro, Helionardo demonstra ser bastante brincalhão. “Gosto de desenhar o Sony, é o desenho que mais gosto, meu sonho é conhecer o homem que desenhou ele”, explica.
Para ajudar o filho, Glória teve que, primeiro, entender o que era a deficiência, e a ajuda veio em boa hora, quando ela conheceu o Centro de Inclusão e Apoio ao Autista de Guarulhos [CIAAG], iniciativa de pais e familiares de autistas.
O convite para expor seus trabalhos aconteceu quando Helionardo participou de uma visita das crianças atendidas pelo CIAAG à biblioteca Monteiro Lobato, no começo do ano. Na ocasião, ele conheceu as bibliotecárias Sandra R. Silva e Márcia D'Ângelo e a coordenadora Rosangela Silva, que ficaram impressionadas quando souberam das habilidades artísticas do menino. Foi encanto à primeira vista.
Depois que começou a desenhar com mais frequência, muita coisa mudou na vida do menino. A ampliação de sua capacidade cognitiva também foi percebida pelos gestores da EPG Pedrinho e Narizinho: “os professores do Atendimento Educacional Especializado [AEE] e os especialistas de Artes o incentivam o a participar das aulas, e ele faz as atividades com muita disposição, sempre aceitando novos desafios”, observa a coordenadora pedagógica Paula Sanchez.
E por falar em desafio, Helionardo adora quando está diante de algum desenho que parece difícil ou complicado de reproduzir. Com brilho nos olhos, ele aceita a proposta de desenhar o perfil do fotógrafo do Acontece na Rede, Maurício Burim, e depois de certo tempo de observação atenta, alguns rabiscos para lá e para cá, surge uma figura plena de detalhes, um presente que o retratista aceitou de bom grado, bastante emocionado com o carinho de Helionardo.


A vice-diretora Antonieta de Melo avalia no reconhecimento dos desenhos de Helionardo a concretização de um trabalho que é feito em equipe: “a parceria entre a escola e a família, e o olhar de todos os profissionais envolvidos são de extrema importância para o desenvolvimento do Helionardo, sem dúvida, temos muito o que comemorar”.

Serviço:
Exposição Artista Autista, com desenhos de Helionardo Gomes Santos
Em cartaz até dia 30 de abril, de segunda a sexta, das 9h às 19h, e aos sábados, das 9h às 14h
Biblioteca Monteiro Lobato – rua João Gonçalves, 439, Centro
Entrada franca







Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!

Programa Agentes de Leitura