Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
DINORAH, Maria; BARRETO, Leonardo Menna (ilust.) Olho mágico. IN: Cantiga de estrela. 3a. ed., Porto Alegre, Mercado Aberto, 1994. p.8

A casa 
não tem asas,
mas a janela tem.

É lírica
a janela
que a poesia revela,
mostrando o cata-vento da distância,
flor amarela.

É trágica,
mostrando as agonias da favela.

Quando nela me afundo,
eu penso que a janela
é o olho mágico 
do mundo.

Aproveite seu fim de semana para falar bem, ouvir bem, ver bem.

Imagem

ESPAÇO TROCA LIVROS: MUSSOLINI E O FASCISMO

Imagem
Biografia de Benito Amilcare Andrea  Mussolini
Benito Mussolini (1883-1945) foi um político italiano. Líder do Partido Fascista, fundado em 1919, no final da Primeira Guerra Mundial. Foi professor e jornalista, escrevia para jornais de esquerda. Em 1914 foi expulso do partido socialista. Alistou-se no exército, chegando a patente de sargento. Em 1922 organizou a "Marcha sobre Roma", e com o apoio do rei Vítor Emanuel III passou a organizar o gabinete governamental, no cargo de primeiro-ministro da Itália. Por meio de eleições fraudulentas, os fascistas ganharam a maioria do parlamento. Em 1925 Mussolini tornou-se "Duce" (o condutor supremo da Itália). Estava formado um Estado Totalitário.
Benito Mussolini (1833-1945) nasceu em Predappio, província de Forli, Itália, no dia 29 de julho de 1833. Filho de Alessandro Mussolini, um ferreiro, socialista, e Rosa Maltoni, professora primária. Em 1901 Mussolini formou-se professor de escola primária, trabalhou como professor…

Biblioteca Indica: Lygia Fagundes Telles

Imagem
Há poucos dias aqui em nossa página publicamos a notícia que a autora Lygia Fagundes Telles foi indicada para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura deste ano. Que tal, então, aproveitarmos para conhecer mais sobre a obra desta grande autora paulistana? Aqui indicaremos três das inúmeras publicações de Lygia: “As meninas”, “Ciranda de pedra” e “Antes do baile verde”. Confira:



Achou curioso o título? Então compareça e faça seus comentários e suas perguntas ao próprio autor!

Imagem

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
CUNHA, Leo; CASTANHA, Marilda, CRUZ, Nelson (ilust). Castigo. IN: Cantigamente. 3a. ed., Rio de Janeiro, Ediouro, 2000. p.31

Podem me prender no quarto,
eu saio pela janela.
Podem trancar a janela,
eu fujo pelo telefone.
Podem cortar o telefone,
eu pulo dentro de um livro.


Quer ler estas e mais outras tirinhas? Vou te dar a dica, Gibiteca!

Imagem
Fim de semana! Que tal relaxar um pouco a mente e dar boas risadas com as grandes tiradas dos personagens de Histórias em Quadrinhos? Já se você prefere aventura, também tem por aqui. 
Não deixe de visitar nossa Gibiteca e Mangateca!


Veja o que está acontecendo ou o que ainda vai acontecer em nossa Agenda! *

Imagem
Ainda dá mais do que tempo para você se programar e aproveitar vários de nossos eventos. Pode procurar, tenho certeza que tem algo acontecendo aí perto de você, aproveite!

Tardes Poéticas Biblioteca Gracinda dos Anjos de Sá Domingues 19 / sexta – 14h Informações: 2229-5639. R. Luís Silvestri, s/nº, Jd. Bom Clima.

6ª que vem a história… Biblioteca Orobó Jd. Presidente Dutra 26 / sexta, às 14h “Faniquito e siricutico no mosquito”, de Jonas Ribeiro. Informações: 2431-9711. Pç. Orobó, s/n°, Jd. Pres. Dutra...

FALE CONOSCO: "Quem realiza uma tarefa sozinho onde se exige a participação em conjunto, nunca poderá exercê-la satisfatoriamente."

Imagem
Estamos aqui não apenas para informar, mas principalmente para ajudar a formar. Formar seu conhecimento, seu desenvolvimento e seu olhar crítico. Para isso, precisamos e muito de sua participação. Você não somente pode escrever e comentar aqui no nosso blog, como temos um canal direto de comunicação. Envie suas dúvidas ou opiniões através do FALE CONOSCO.

É só clicar no canto superior da página e enviar o que você tem a nos dizer.
Estamos esperando!
Autoria frase do título: Valdeci Alves Nogueira

Drummond, o poeta que canta a terra natal e questiona a existência

Imagem
Ao longo da carreira, Carlos Drummond publicaria mais de 50 livros, dentre poemas, contos e crônicas.
Ele era funcionário público, jornalista e cronista. Mas viria a se destacar pelos poemas que escrevia. Natural de Itabira do Mato Dentro, uma cidade do interior do estado de Minas Gerais, Carlos Drummond de Andrade é um dos principais poetas da literatura brasileira. Apesar da identificação com o modernismo, essa característica não se encontra majoritariamente nas primeiras obras do autor. Em ‘Alguma Poesia’, de 1930, e ‘Brejo das Almas’, de 1934, o que está presente é a descontração sintática, revelada principalmente pelo poema-piada. Ainda no ano de 1930, o poema ‘Sentimental’ foi proferido durante a conferência “Poesia Moderníssima do Brasil”, realizada na Faculdade de Letras de Coimbra.
Durante muito tempo da vida, Carlos Drummond de Andrade morou no Rio de Janeiro, onde trabalhou como funcionário público. Exerceu funçõesno Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Também…

Os 20 livros que as pessoas mais fingem ter lido

Imagem
O que fazer quando te perguntam se você já leu aqueles clássicos ou best sellers mais famosos que parecem te dar um status de “intelectual” ou “antenado”?


Se ainda não leu, o melhor seria assumir que ainda não conhece essas obras e rapidamente procurar a Biblioteca. Mas, não é bem isso que os britânicos andam fazendo, dê um olhada:

Reabertura aos sábados!

Imagem
Não, não. Não vamos dizer aquela frase batida de que agora sim o ano começou. Assim como para você, muita coisa já aconteceu por aqui (a propósito, se estava em alguma ilha deserta, caverna ou mergulhando no fundo do mar e não ficou sabendo o que foi postado, não se preocupe, navegue, fique por dentro, se perca e se ache em nosso blog).
Mas, gostaríamos de lembrar para você que com o final das férias de Janeiro, nosso horário aos sábados retorna em seu funcionamento normal.

Machado de Assis

Imagem
Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, poeta, novelista, romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina Machado de Assis, aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua.

Suas obras:
Romances ·Ressurreição, (1872) ·A mão e a luva, (1874) ·Helena, (1876) ·Iaiá Garcia, (1878) ·Memórias Póstumas de Brás Cubas, (1881) ·Casa Velha, (1885) ·Quincas Borba, (1891) ·Dom Casmurro, (1899) ·Esaú e Jacó, (1904) ·Memorial de Aires, (1908)
Coletânea de poesias ·Crisálidas, (1864) ·Falenas, (1870) ·Americanas, (1875) ·Ocidentais, (1880) ·Poesias Completas, (1901) Coletânea de contos ·

Mundo dos Quadrinhos

Imagem
Fairy Tail 




É uma série de anime e mangá criada por Hiro Mashima.

A história de Fairy Tail gira em torno das aventuras da guilda, narrada pelo ponto de vista da protagonista Lucy Heartfilia. Lucy é uma jovem maga de 17 anos que deseja tornar-se uma maga evoluída. Para isso, ela terá que entrar em uma guilda de magos, para ganhar dinheiro para sobreviver e também para aprimorar suas habilidades. Assim sendo, ela chega até a cidade de Hargeon, onde Natsu Dragneel e Happy desembarcam para procurar Igneel, o dragão que criou Natsu como se fosse um filho, e que um dia repentinamente sumiu. Lucy encontra Natsu e Happy ocasionalmente, após se envolverem com um perigoso criminoso que usava o falso nome de "Salamander"(curiosamente a alcunha de Natsu) e tentava transformar Lucy em sua escrava. Após salvar Lucy, Natsu, que é mago de uma das guildas mais famosas, a Fairy Tail, convida a garota a juntar-se a eles. Assim, Lucy entra para a Fairy Tail, onde começa a viver todo tipo de miss…

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
CHAMLIAN, Regina; ALEXANDRINO, Helena (ilust.) Mundo afora. IN: Rãzinha cantora e outros poemas. 2a.ed., São Paulo, Paulinas, 2007, p.16 (Esconde-esconde)

Saí pelo mundo
sem nada comigo
só meu cavalinho
chapéu e garoa.

Saí mundo afora
sem eira nem beira
com meu cavalinho
subindo ladeira.

Minha mãe embrulhou
num paninho uma broa
me deu um abraço 
e uma bergamota

E vou pelo mundo
sentindo o perfume
das ruas dos campos
e dos vaga-lumes.

Lygia Fagundes Telles é indicada ao Nobel de Literatura

Imagem
Estamos em um ano importante para o Brasil, um ano Olímpico. Nosso país sempre acompanha com expectativa e atenção toda e qualquer competição esportiva. Mas, um prêmio que nos falta, e é tão importante quanto, é um Prêmio Nobel. Seria uma medalha e tanto para nosso Brasil. A boa notícia é que estamos no páreo. Veja aí:

O caminho dos livros

Imagem
A história de P. V. P. S., 18 anos, poderia ser apenas mais uma entre tantas outras trajetórias sofridas da juventude brasileira, não tivesse o gosto pela leitura acometido o jovem. Da internação sob regime do Estatuto da Criança do Adolescente (ECA) à faculdade: aprovado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), P. credenciou-se a cursar engenharia civil e virou mais uma página em sua vida.
Sobre a importância dos livros na conquista de uma vaga no ensino superior e no redirecionamento das expectativas em relação ao futuro, P. é categórico. “O meu pouco passado e todo o meu futuro”, definiu. “Eu vi que ali estava a oportunidade de fazer minha mãe parar de chorar”.

Às vésperas de deixar a Unidade de Internação de Saída Sistemática (UISS), no Distrito Federal (DF), o socioeducando falou sobre a opção pela engenharia civil. “Meu pai era pedreiro. De vez em quando, ele me levava para as obras e me mostrava o engenheiro e falava que eu tinha que ser engenheiro”, explicou. “A primeira coisa …

Você vai gostar!

Imagem
Ditando o ritmo neste mês de Fevereiro, nossa Agenda Cultural abre alas para você e sua diversão. Aproveite, é literatura, é música, é arte, é cultura!

Veja a programação completa aqui.


Programação sujeita à alterações.

A importância de olhar pela janela

Imagem
Ótimo que você esteja seguindo nosso blog, vindo à nossa Biblioteca e adquirindo cada vez mais conhecimento, informação e alargando assim seus horizontes. Mas, já parou para pensar que tão importante quanto ler é assimilar o que está lendo? Não basta apenas acumular, aliás não acumule, filtre, pare para pensar, refletir e assim deixe a leitura, as palavras tocarem você. Tire um tempo e volte para dentro de si.


A importância de olhar pela janela Temos a tendência a nos reprovarmos por olharmos pela janela. Você deveria estar trabalhando, ou estudando ou riscando tarefas da sua lista de “para fazer”. Pode quase ser uma definição de tempo desperdiçado. Parece não produzir nada, servir a nenhum propósito. Equacionamos isso com tédio, distração, futilidade. O ato de encostar seu queixo na mão perto de uma janela de vidro e deixar seus olhos passearem no meio da distância normalmente não é de um alto prestígio. Não saímos por aí dizendo: ‘tive um dia ótimo: o ponto alto foi ter olhado pela j…