Projeto Poesia às segundas-feiras


OLIVEIRA. Quilombelas. IN: Cadernos negros, v.31. São Paulo, Quilombhoje, 2008, p.136

são elas as guerreiras mais belas
as que como zumbi
zombaram dos racistas
não tombaram nas brigas
nas guerras pelas terras
lidas aguerridas da vida

sim, são elas as guerreiras mais belas
combativas altivas
querem direito as escolha e a escolas
sem escolta, migalhas ou esmolas.

sim, irmão, são elas as guerreiras mais belas
as que de forma sumária
cobram demarcação de áreas
as que a dizer têm mais
entoam cantigas ancestrais

sim, são elas as guerreiras mais belas
negras mulheres caras
combatentes raras
as mulheres quilombolas
que não esmorecem
negras são elas
as quilombelas



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!