Projeto Poesia às segundas-feiras


BRECHT, Bertolt; SOUZA, Paulo César de (organizador e tradutor). Quando no quarto branco do hospitalIN: Poemas: 1913-1956. 7a.ed. São Paulo, Editora 34, p.342

Quando no quarto branco do hospital
Acordei certa manhã
E ouvi o melro, compreendi
Bem. Há algum tempo
Já não tinha medo da morte. Pois nada
Me poderá faltar. Então
consegui me alegrar com
Todos os cantos dos melros depois de mim.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!