Biblioteca Indica: Sempre é tempo para bons sentimentos. Histórias de amor, paz, amizade, esperança, fé, lealdade, gratidão e solidariedade.

Imagem
"Todo o nosso conhecimento se inicia com sentimentos."


SCHOLES, Katherine; INGPEN, Robert. Tempos de paz. Localização: J S391t A Unesco, desde sua criação no final da Segunda Guerra Mundial, já declarava: As guerras nascem no espírito dos homens; logo, é no seu espírito que precisam ser erguidos os baluartes da paz. Aprenda a resolver pacificamente os problemas de sua vida - primeiro que tudo. Isso porque a paz começa com você. No seu próprio quintal. Ainda há as imagens belíssimas de Robert Ingpen que interagem com o tom questionador e reflexivo do livro. Sua leitura contribuirá para sensibilizar a criança a ter uma relação harmoniosa consigo mesma, com os outros e com a natureza.

GEE, Darien; KLESCK, Alice. O pão da amizade. Localização: F G263p Um presente anônimo conduz uma mulher a uma jornada que ela jamais poderia imaginar. Certa tarde, Julia Evarts e Gracie, sua filha de cinco anos, chegam em casa e encontram um presente na varanda da frente: um pão da amizade com o simpl…

Veja os conselhos de Albert Einstein para aprender mais.


A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro.”


Para o físico, o aprendizado vai muito além da inteligência!





Albert Einstein foi um dos maiores cientistas da história da humanidade. Nascido em Ulm, na Alemanha, o físico ficou famoso por desenvolver a teoria da relatividade, que é a base da física moderna, e a fórmula da equivalência massa-energia: E = mc².

Sua inteligência sempre foi alvo de especulações e curiosidade, já que o físico era tido como um gênio e alcançou notas altíssimas em seu teste de QI. No entanto, em 1915, em uma carta escrita para seu filho Albert, de 11 anos, Einstein relatou algo muito mais importante no processo de aprendizagem do que a inteligência.

Depois de oito anos de trabalho árduo em sua teoria, o cientista conseguiu perceber o que realmente o motivou a conquistar seus objetivos: a paixão.

Para ele, o melhor jeito de aprender é fazer algo que te encha de alegria e faça você perder a noção do tempo. Em um dos trechos da carta, o cientista aconselha seu filho a não deixar de praticar suas atividades preferidas, piano e carpintaria, e chega a dizer que elas eram mais importantes para o seu aprendizado do que a escola, já que ele as amava.

Outro conselho de Albert Einstein é pensar fora da caixa e sempre fazer coisas diferentes do esperado. Ao seu filho Albert, por exemplo, ele sugeriu usar o tempo livre para tocar músicas diferentes daquelas que o professor de piano ensinava em aula. Para ele, essa era uma forma de desenvolver novas habilidades.
Se quiser conhecer melhor a história do cientista, ver fotos antigas e ler conselhos e frases famosas, clique aqui e acesse o site oficial de Albert Einstein.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!

Programa Agentes de Leitura