BIBLIOTECA INDICA: DIA MUNDIAL DA COMPREENSÃO. COMPREENDEU?


Compreensão. Essa palavra tem um sentido tão especial que realmente merece ter um dia que nos leve a refletir se temos feito uso dela em nossas vidas. Certamente um dia é pouco para compreender algo ou alguém. Esse deve ser um exercício diário.

A compreensão pode ser definida como ação de compreender; faculdade de perceber; conhecimento perfeito de alguma coisa; ato de entender os sentimentos de alguém.

Essa última definição é excelente! Ato de compreender os sentimentos de alguém. O planeta seria perfeito se soubéssemos compreender as pessoas. A tarefa não é fácil, exige dedicação, tempo para ouvir e buscar o entendimento. Como vivemos em um mundo onde tudo é para ontem, os dias passam e na sua maioria não observamos as pessoas.
O ser humano, que necessita de auto-afirmação, em muitos momentos sente a necessidade de fazer valer suas ideias, geralmente é nessa hora que surge a tentativa de anular, de forma voluntária ou não, o seu semelhante. Nessa hora a comunicação é essencial para uma boa compreensão.

Quando nos comunicamos, buscamos compreender e é provável que no ensaio da compreensão mútua, ambos os lados sejam beneficiados.

A compreensão nos faz respeitar diferenças, nos possibilitando entender que não somos donos da verdade, que compreender a outra parte não nos anula. Podemos divergir nas idéias, mas respeitar é essencial.

O mundo está conspirando para que sejamos compreensivos.




SHINYASHIKI, Roberto. Amar pode dar certo.
Localização física: 159.9 S559a
Por mais que a humanidade evolua, amar e ser amado continua e continuará sendo uma das maiores buscas do ser humano. No livro "Amar pode dar certo", o leitor é convidado a repensar seus relacionamentos, sua maneira de amar e suas expectativas a respeito da pessoa amada. Para o amor dar certo os autores propõe que a pessoa aprenda a amar, que nada mais é do que treinar a viver junto, treinar o diálogo sem manipulação, treinar sair para jantar, dançar, ter relações sexuais satisfatórias. Enfim, saber se divertir a dois até conseguir viver o momento em que não há mais o homem e a mulher, mas o "nós".


SHINYASHIKI, Roberto. A carícia essencial: uma psicologia do afeto.
Localização física: 159.942 S559c
Para ter a deliciosa sensação de amar e ser amado, você precisa resolver suas carências e ajudar as pessoas com quem vive em conflito a se sentirem importantes e competentes. Essa é a base de um relacionamento saudável. Sentir-se amado significa sentir-se realmente importante para alguém.
Quando alguém, em qualquer lugar, tiver um comportamento que não faz parte do seu jeito de ser, pode estar falando bem alto: “Preciso me sentir importante para você!”. Se fala alto e não é ouvido, começa a gritar. Se não recebe nada em troca, fica afônico. Tudo isso para chamar a atenção e pedir determinadas Carícias. O corpo perde o viço, o olhar perde o brilho. Ela não consegue se sentir importante para a pessoa que ama ou que considera importante e admira. Quando uma pessoa estiver agindo de modo autodestrutivo, em conflito, é preciso descobrir de que tipo de Carícia ela está precisando.
A Carícia certa para ela será a Carícia Essencial.



CURY, Augusto. Você é insubstituível.
Localização física: 159.947 C988v
Você é Insubstituível - Este livro de bolso fala do amor pela vida que habita em cada ser humano. Ele conta a sua biografia. Se até hoje sua história nunca foi contada em um livro, agora ela será, pelo menos em parte. Você descobrirá alguns fatos relevantes que o tornaram o maior vencedor do mundo, o mais corajoso dos seres, o que mais cometeu loucuras de amor para poder estar vivo. Talvez você não saiba, mas você foi profundamente "apaixonado" pela vida desde que o relógio do tempo começou a registrar as fagulhas de sua existência. Não é tão simples viver a vida. Às vezes, ela contém capítulos imprevisíveis e inevitáveis. Mas é possível escrever os principais textos de nossas vidas nos momentos mais difíceis de nossa existência.


SHINYASHIKI, Roberto. A carícia essencial: uma psicologia do afeto.
Localização física: 159.942 S559c
A maioria das pessoas, hoje em dia, parece viver de modo tristemente parecido: muita correria, imensas preocupações, noites de solidão, amores desfeitos, profissionais trabalhando sem prazer, filhos criados sem pais, alegrias de menos e frustrações de sobra. A angústia tem sido uma companheira constante de muita gente que tem a sensação de que está desperdiçando sua vida. Talvez neste momento você esteja se perguntando: Para que tudo isso? Será que a infelicidade é uma sombra que nunca vai deixar de nos acompanhar? As soluções encontradas para todas essas questões, além de não resolverem, parecem trazer ainda mais problemas. Porém, para Roberto Shinyashiki, o que realmente funciona é você parar e fazer uma reflexão profunda e reorganizar sua vida de modo que a felicidade torne-se um estilo de vida.


CURY, Augusto. Armadilhas da mente.
Localização física: F C988a
Camille é mulher bela, rica e brilhante, capaz de deixar as pessoas impressionadas com sua habilidade de debater e argumentar. Mas seus diplomas e seu intelecto não foram suficientes para evitar que se tornasse vítima de suas próprias emoções. Casada com o banqueiro Marco Túlio, Camille sempre foi fechada em seu próprio mundo.Crítica, obsessiva, pessimista, não gostava de ser confrontada e não se curvava diante de ninguém, nem de psiquiatras ou psicólogos. Não concluía nenhum tratamento. Vendo a depressão, as manias e as fobias de sua esposa se agravarem, Marco Túlio resolve comprar uma linda fazenda para que ela possa se afastar do estresse da cidade, respirar ar puro, se reconectar com a natureza e, quem sabe, com ela mesma. Mesmo assim, transtornos mentais a impedem de sair de casa e pesadelos constantes não a deixam dormir. Enclausurada em sua própria mente, Camille piora a olhos vistos. A reviravolta, porém, muitas vezes começa onde menos se espera. Quando conhece o excêntrico jardineiro da fazenda, Camille se surpreende com sua inteligência e, ao interagir com ele, a alegria volta pouco a pouco ao seu coração. Em seguida entra na sua vida o sábio e instigante psiquiatra Marco Polo, que a estimula a superar os conflitos e procurar um personagem que deixara pelo caminho: ela mesma. Camille terá que aprender a se perdoar e a compreender pessoas “imperdoáveis”. Profundo e emocionante, Armadilhas da mente é uma aula de filosofia e psicologia, que mostra que os labirintos da psique humana são bem mais complexos do que qualquer um de nós é capaz de imaginar.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!