Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Glauber morto. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.351

O morto não está de sobrecasaca
não está de casaca
não está de gravata.

O morto está morto

não está barbeado
não está penteado
não tem flor na lapela
um flor 
na calça
sapatos de verniz

não finge de vivo
não vai tomar posse 
na Academia.

O morto está morto
em cima da cama
no quarto vazio.

Como já não come
como já não morre
enfermeiras e médicos
não se ocupam mais dele.

Cruzaram-lhe as mãos
ataram-lhe os pés.

Só falta embrulhá-lo
e jogá-lo fora.



Mundo dos Quadrinhos



Hikaru no Go



Mangá criado por Yumi Hotta, com arte de Takeshi Obata que também foi desenhista de Death Note e Bakuman.

Sinopse:
Shindou Hikaru, estudante da sexta série, estava no sótão da casa do seu avô, junto com sua amiga Akari, procurando coisas para vender. Acha um tabuleiro de Go (goban), e quando vai limpar percebe que está manchado de sangue. Mas sua amiga não consegue ver isso. Ao tentar limpar o sangue ouve uma voz e vê um fantasma. Assustado, Hikaru desmaia. Ao acordar, o fantasma conta a sua história. Ele é Fujiwara no Sai, exímio jogador de Go que viveu no período Heian como um dos tutores de Go do Imperador que, devido a um incidente tira a própria vida. Ainda assim não consegue descansar em paz, pois tinha um objetivo: a jogada suprema conhecida como a Mão de Deus e seu espírito acabou ficando preso no tabuleiro de Go.
Sai quer continuar em busca de seu objetivo, mas Hikaru não sabe nada de Go, além de achar o jogo muito chato. Depois da ajuda em uma prova de História, Hikaru concorda em levar Sai a um Clube de Go.
Assim, Hikaru joga a sua primeira partida (na verdade quem joga é Sai), contra Touya Akira, o único garoto de sua idade que estava no Clube de Go. Ocorre uma partida de alto nível, pois Akira tem o mesmo nível de um Pro (nome dado aos profissionais do jogo). Depois da vitória, ele descobre que Akira é na verdade filho do maior jogador de Go da atualidade, Touya-Meiji. Intrigado com a habilidade de Hikaru/Sai, o jovem Pro decide observá-lo e, para evitar mais problemas, Hikaru sempre foge dele. No entanto, com o tempo, Hikaru aprende a gostar de Go e decide seguir carreira para vencer Akira com as próprias mãos.
E a história segue com o aprendizado de Hikaru e a "rivalidade-amizade" entre ele e Akira.

A Biblioteca Monteiro Lobato possuía a coleção completa.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!