BIBLIOTECA INDICA: RELACIONAMENTO PAIS E FILHOS



Biblioteca indica
Capa do livro

GARDNER, CHRIS. À procura da felicidade. Ribeirão Preto SP  : Novo Conceito Editora, 2011.
Localização física: 929GARDNER  G214a

Chris Gardner é um vendedor que, em tempos difíceis, junto com o filho pequeno, luta bravamente contra a pobreza. A luta diária da classe trabalhadora e dos menos favorecidos está retratada na obra. Quando fez vinte anos, Chris Gardner tinha acabado de sair da Marinha e tinha planos de seguir carreira em Medicina. Considerado um prodígio em pesquisa científica, surpreendeu a todos, inclusive a si mesmo, quando mudou de ideia e escolheu uma carreira na área de finanças. Após encontrar uma posição inicial modesta em uma firma de prestígio, Gardner se viu envolvido em uma rede de circunstâncias que o levaram a viver nas ruas junto com o filho pequeno, que ainda engatinhava. Em vez de render-se ao desespero, pai e filho passaram quase um ano morando em abrigos, albergues, enfrentando filas para conseguir um prato de sopa e até mesmo dormindo em banheiros de estações de metrô, antes de, finalmente, ocorrer a transição do banheiro para a sala da diretoria.


Biblioteca indica
Capa do livro

MCCARTHY, Cormac. A estrada. Rio de Janeiro RJ : Alfaguara, 2007.               
Localização física:  F  M115e


 Num futuro não muito distante, o planeta encontra-se totalmente devastado. As cidades foram transformadas em ruínas e pó, as florestas se transformaram em cinzas, os céus ficaram turvos com a fuligem e os mares se tornaram estéreis. Os poucos sobreviventes vagam em bandos. Um homem e seu filho não possuem praticamente nada. Apenas uns cobertores puídos, um carrinho de compras com poucos alimentos e um revólver com algumas balas, para se defender de grupos de assassinos. Estão em farrapos e com os rostos cobertos por panos para se proteger da fuligem que preenche o ar e recobre a paisagem. Eles buscam a salvação e tentam fugir do frio, sem saber, no entanto, o que encontrarão no final da viagem. Essa jornada é a única coisa que pode mantê-los unidos, que pode lhes dar um pouco de força para continuar a sobreviver.


Meu Pai Fala Cada M*rda
Capa do livro

HALPERN, Justin. Meu pai fala cada m*erda. Rio de Janeiro RJ : Sextante, 2010.               
Localização física:   H184m


Aos 28 anos, depois de ser dispensado pela namorada, Justin Halpern volta a morar com o pai, Sam Halpern, de 73 anos. Na infância, Justin morria de medo dele, tão mal-humorado, direto e desbocado que beirava a grossura.
Agora, já adulto, ele passa a admirar a mistura de franqueza e insanidade que caracteriza os comentários e a personalidade do pai, que considera "sábio como Sócrates e até mesmo profético".
Disposto a registrar a sabedoria contida nas tiradas de Sam, Justin cria uma página no Twitter para reunir suas frases malucas e observações ridículas. Em pouco tempo, os devaneios filosóficos do médico aposentado conquistam mais de um milhão de seguidores.
O fenômeno da internet dá origem a um dos livros mais engraçados dos últimos tempos. Tomando como base as pérolas do pai, o filho recria com brilhantismo as memórias da infância e da juventude.
Extremamente divertido e inspirador, Meu pai fala cada m*rda traça um retrato profundo da relação pai e filho e aborda os grandes temas da vida: medo, amigos, estudo, namoro, esporte, família. Uma lição de integridade, amizade e amor. Sem papas na língua.


Biblioteca indica
Capa do livro
   
BLOCH, Pedro. Pai, me compra um amigo?. Rio de Janeiro RJ : Tecnoprint, 1977.
Localização física:  J B611o

Esta é a história de Bebeto, um menino diferente que quer achar seu lugar no mundo. Mais que isso, ser aceito, compreendido, amado. Além destas dificuldades, o livro mostra pais ausentes, colegas preconceituosos. Bebeto deu um passo, os amigos, outro, os pais, outro, de modo que todos puderam mostrar sua sensibilidade às questões alheias, trabalhar as relações humanas, a autoestima, amadurecer, e crescer em todos os sentidos


Biblioteca indica
Capa do livro

BLOCH, Pedro. Pai, fica na tua. Rio de Janeiro RJ : Edijovem, 1990.
Localização física:  J B611p

Os adolescentes, com suas falas peculiares e com suas gírias, vão afirmando sua personalidade a despeito dos cuidados excessivos dos familiares.


Biblioteca indica
Capa do livro

SEGATO, Carlos Augusto. A fúria do mundo. 3. ed. São Paulo (SP) : Moderna, 1995.
Localização física:  J S456f

Para um garoto sozinho, crescer é uma dura luta. E Beto só conhecia um modo: abrir caminho a pancadas!
O pai havia fugido de casa, o abandonara. A ele, a mãe e mais cinco irmãos. Beto precisava ajudar na casa. Mas como se não conseguia arrumar emprego? Além disso, tinha de reencontrar o pai, que não saia da cabeça. Enquanto as coisas não aconteciam, sua única alternativa era brigar. Extravasar toda sua fúria do mundo e, quem sabe, com o apoio daqueles que lhe eram mais chegados, conseguiria vencer na vida.


Biblioteca indica
Capa do livro

FORJAZ, Sonia Salerno. Papai não é perfeito. 5. ed. São Paulo SP : FTD, 1999.
Localização física:  J F814p

Lucas sabia que seu pai era diferente. Não sabia, porém, que essa diferença o tornava uma pessoa especial. Seria possível considerá-lo um herói? De repente, uma conclusão - só pode ser um herói quem vence barreiras e obstáculos quase intransponíveis e ultrapassa os limites impostos por uma sociedade fisicamente perfeita.



Biblioteca indica
Capa do livro

SCLIAR, Moacyr. Uma história só pra mim. 15. ed. São Paulo SP : Atual, 2003.
Localização física:  J S434h

João é esquivo, feioso e problemático. Não procura fazer amigos, mal cumprimenta as pessoas e vive sozinho com sua mãe. Porém, não passa despercebido dos garotos do prédio onde mora. Para a linda Fernanda, João é "nojentinho"; para o curioso Rafael, um enigma; mas para Rodrigo, o simpático narrador, João é um adolescente angustiado que precisa de ajuda. Mas João tem lá seus motivos para ser assim tão estranho: não vê o pai há muitos anos...Por que será?
Esta obra apresenta vários ingredientes que, combinados com equilíbrio, levam o leitor ao complexo mundo das relações humanas.


Biblioteca indica
Capa do livro

LEDDA, Gavino. Pai patrão e recanto. São Paulo SP : Berlendis & Vertecchia, 2004.
Localização física:  F  L51p

'Pai patrão' narra em primeira pessoa, a infância de um menino que é obrigado a deixar a escola aos 6 anos de idade para ajudar o pai no pastoreio e na lavoura. A dura vida no campo leva a personagem a lutar pela construção de uma personalidade independente, buscando enriquecer-se culturalmente para buscar seu espaço além da autoridade patriarcal e da vida na aldeia. Este livro traz também, 'Recanto', um breve texto publicado em 1998, em que Ledda leva às últimas consequências o uso da palavra e de seu poder, denunciando nossa antiquada maneira de falar. O livro tornou-se mundialmente famoso, especialmente após o filme homônimo dos irmãos Taviani, nele inspirado, que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 1977.


Biblioteca indica
Capa do livro

HISTÓRIAS para aquecer o coração dos pais. Rio de Janeiro RJ : Sextante, 2003.
Localização física:  159.947 H58

Este é um livro especial, que mostra a importância dos pais na criação dos filhos e o profundo amor e cumplicidade que existe na relação entre eles. Suas histórias ajudam a compreender diferentes aspectos da relação pai e filho, contribuindo para solidificar os laços familiares. São relatos - escritos por pais, filhos, filhas e avós - de como a paternidade transformou a vida de inúmeras pessoas. Em 'Histórias para Aquecer o Coração dos Pais', cada história contém um significado especial.


Biblioteca indica
Capa do livro

MONTGOMERY, Malcolm. O novo pai. 2. ed. rev. atual. São Paulo SP : Gente, 1998.
Localização física:  159.922.7 M791n

'Talvez a herança mais valiosa que possamos deixar aos nossos filhos seja uma boa auto-imagem', diz Malcom Montgomery em 'O novo pai'. Escrita logo depois da separação, a obra reflete o caminho que o médico percorreu para manter-se sempre participativo e próximo das crianças. Caloroso e franco, o autor aborda o papel tradicional de pai e a necessidade de transformá-lo, oferecendo um exemplo que inspire o filho a ser feliz e a confiar em si mesmo. Malcom discute, de maneira simples e objetiva, os estereótipos masculinos apresentando possibilidades para que cada pai eduque seu filho mantendo a intimidade e cultivando a confiança. Como resultado o pai estabelece uma relação honesta e prazerosa com o seu filho, percebendo que pode aprender tanto quanto ensina. 'O novo pai' é um convite para que o novo homem encare o desafio da paternidade com toda a sensibilidade de que é capaz.


Biblioteca indica
Capa do livro

HUEB, Fabiano.  Filhos de pais separados também podem ser felizes. São Paulo SP : Manuela Editorial, 2007.
Localização física:  159.922.7 H878f

O livro "Filhos de pais separados também podem ser felizes" é um interessante roteiro para orientar o pai sobre a importância do seu papel no desenvolvimento emocional e felicidade de seus filhos. Existe um mito de que filhos de pais separados são problemáticos, o que não é uma verdade. Claro que eles sofrem com a separação dos pais, mas isso não faz com que, necessariamente, sejam problemáticos. A questão reside na forma como os pais lidam com essa separação e de que maneira convivem com seus filhos depois dela. Vale dizer que a presença da figura paterna é fundamental para o bom desenvolvimento emocional de seus filhos e nenhum pai pode eximir-se desse papel. Os fatores mais importantes para uma relação harmônica entre pai e filhos são a convivência, o respeito e o diálogo entre eles. E, para isso, é preciso que a presença do pai seja uma constante no dia-a-dia dos filhos, ele tendo ou não uma boa relação com a mãe deles. Ambos devem saber separar o seu papel de pais do conflito entre eles. O que acabou foi a relação homem/mulher, mas o papel pai/mãe é para sempre. O autor relata, de forma simples, clara e direta, sua experiência como pai presente, mesmo separado da mãe dos seus filhos; mostra também de que forma agir para que os filhos sintam-se amados e sejam felizes, independentemente dos pais estarem casados ou separados.


Biblioteca indica
Capa do livro

TIBA, Içami. Seja feliz meu filho: como as expectativas dos pais podem favorecer ou prejudicar o crescimento do adolescente. 9. ed. São Paulo SP : Gente, 1995.

Localização física:  159.922.8  T427s

Talvez o que seja felicidade para nós, pais, não seja felicidade para os filhos. Talvez o que sonhamos para eles não seja aquilo que eles queiram realizar. O importante é darmos a eles os instrumentos e uma estrutura emocional que os ajude a alcançar seus próprios objetivos. Por amor aos filhos, sonhamos e criamos expectativas, e também por amor a eles temos que deixá-los sonhar e ajudá-los a ser o melhor que podem ser. Para isso, não basta apenas amor e boas intenções. São necessárias informações, esclarecimentos, atenção, observação, dedicação e reflexão. Este é o objetivo deste livro. Ele é um convite aos pais apaixonados e bem intencionados a estarem também bem instruídos, podendo ser o melhor pai que podem. Ele nos ajuda a refletir sobre as expectativas que temos em relação aos nossos filhos e como estas podem favorecê-los ou prejudicá-los na construção de sua própria história. "Seja Feliz, Meu Filho" acolhe a angústia de pais que se sentem desorientados e preocupados com a educação e a felicidade dos filhos.


Biblioteca indica
Capa do livro

TAYLOR, Betsy. O que as crianças realmente querem que o dinheiro não compra. Rio de Janeiro : Sextante, 2006.
Localização física:  159.922.7 T24q

Experiências simples, porém prazerosas, como passear no parque, ouvir histórias e brincar ao ar livre com os pais e amigos, são os temas centrais deste livro. Fundadora de uma das mais importantes organizações sem fins lucrativos dos Estados Unidos, Betsy Taylor apresenta uma série de depoimentos comoventes, poderosos e inspiradores de crianças com idades entre 5 e 17 anos sobre o que elas realmente desejam e do que verdadeiramente precisam. As descobertas mais importantes são que elas querem desacelerar suas vidas, ter amigos que gostem delas pelo que são e mais tempo para brincar como antigamente - em suma, divertir-se mais e possuir menos. 'O que as crianças realmente querem que o dinheiro não compra' ajuda os pais a entender como o marketing e a publicidade tentam transformar os sonhos infantis em objetos a serem adquiridos nas lojas, e dá uma série de conselhos práticos para se combater a cultura do 'quanto mais, melhor', resgatando os prazeres simples e reconfortantes da vida. Entre suas sugestões estão - diminuir o número de compromissos para gerar mais tempo livre; aumentar o contato com a natureza; ampliar o convívio com a família e com os amigos; limitar o tempo diante da TV e do computador; estimular mais brincadeiras à moda antiga.


Biblioteca indica
Capa do livro


BIDDULPH, Steven. Criando meninos. São Paulo SP : Fundamento, 2002.
Localização física:  159.922.7-053.2 B481c

Quem tem meninos, hoje, está preocupado. Toda hora eles enfrentam problemas. Os pais gostariam muito de entendê-los e ajudá-los a serem amáveis, competentes e felizes. Este livro discute as questões mais importantes sobre o desenvolvimento de um homem, do nascimento à fase adulta.


Biblioteca indica
Capa do livro

PREUSCHOFF, Gisela. Criando meninas. São Paulo SP : Fundamento, 2003.
Localização física:  159.922.7 P943c

O livro oferece dicas sobre como tratar e educar meninas. Na obra, a autora utilizou episódios vividos com a própria filha, conhecimentos científicos e a experiência de muitos pais colhida durante o trabalho de consultoria em seminários, com o objetivo de chamar a atenção para alguns perigos, prevenir contra outros e, principalmente, orientar os pais para que acompanhem um caminho de boa convivência com sua filha. Entre os assuntos abordados, estão - O que significa, hoje, feminilidade?; A criança sonhada e a criança real; Os primeiros anos na vida de uma menina; Como as meninas aprendem; Quando meninas se transformam em mulheres; Relações familiares.



Biblioteca indica
Capa do livro

SHINYASHIKI, Roberto. Pais e filhos companheiros de viagem. São Paulo SP : Editora Gente, 1992.
Localização física:  159.922.7 S559p

Talvez a maior dificuldade de um pai e de uma mãe seja educar seu filho para ele ser feliz. Todos os dias, vemos empresários milionários que vivem depressivos, profissionais bem-sucedidos que vivem permanentemente angustiados. Sucesso sem felicidade é uma triste forma de fracasso. Será que é esse é o futuro que queremos para nossos filhos?
Precisamos acreditar que é possível educá-los para serem, ao mesmo tempo, felizes e bem-sucedidos, e essa é a mensagem de Roberto Shinyashiki. Neste livro, ele vai ajudar você a acreditar que seu filho pode ser feliz e ter sucesso. Nesta obra, ele mostra:
Os fundamentos da educação para a felicidade;  
As 25 atitudes que fazem pais e mães melhores;
As sugestões para lidar com questões difíceis; A melhor maneira de amar seu filho como ele é;
Como cultivar a espiritualidade e o amor universal;
Como descobrir o que é verdadeiramente importante,

Pais e filhos, o maior e mais belo encontro da vida, cúmplices no ato de aprender a sentir o definitivo e eterno amor.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!