Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

PROJETO BIBLIOTECA INDICA: LIVROS DE ARIANO SUASSUNA (1927-2014)

Imagem
SUASSUNA, Ariano. História d'O rei degolado nas caatingas do sertão ao sol da onça Caetana. Rio de Janeiro, José Olympio, 1977. 135p. Localização física: F S933h Este livro mostra a luta que o cronista-memorialista Dom Pedro Dinis Quaderna sustenta com os seus julgadores, corporificados na pessoa do Juiz Corregedor. O protagonista pressente que paira sobre sua cabeça uma sentença lavrada antecipadamente pelos que se acreditam entrincheirados no sólido chão da história.

SUASSUNA, Ariano. Romance d'A Pedra do Reino e o príncipe do sangue do vai-e-volta. 10a.ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2007. 754p. Localização física: F S933r Trata-se de um romance-memorial-poema-folhetim, que ocorre na Paraíba alucinada e lancinante onde estandartes tremulando ao sol são envolvidos por um redemunho espesso de neblina e sombras. Existe fogo e sangue no centro deste mistério e os personagens se debatem entre a Visão e o Erro, dilacerados entre a tragédia passada e a redenção futura.

SUASSUNA, Aria…

MEDIAÇÃO DE LEITURA: LER, ENTRE LINHAS...

Imagem
Oficina com Andréa Nogueira
Orientação técnica – teoria e prática – para instrumentalizar o mediador de leitura com a contação de histórias a desempenhar com propriedade sua tarefa de incentivar e aguçar o gosto pela leitura com criatividade.
Objetivo
Incentivar a leitura, o compartilhar de histórias, utilizando-se dos recursos contidos na “maleta encantada” (livros, tecidos, jogos, etc.), proporcionando o exercício da criatividade, comunicação e integração do grupo familiarizando-os na atividade da contação de histórias, da narrativa lúdica, da expressão corporal e uso da voz.
Conteúdo programático
- Livros infantojuvenis, objetos cênicos de acordo com as histórias escolhidas, jogos de cartas e tabuleiro.
- Exposição do critério de escolha dos livros e dos recursos para sua apresentação, como calendário escolar, acontecimentos de impacto, momentos de reflexão, motes de conversa, etc., bem como dos recursos cênicos, de interpretação, impostação de vos, jogos e brincadeiras para a nar…

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
QUINTANA, Mário. Mobral. IN: Nova antologia poética. São Paulo, Globo, p.70 

Só nos muros das velhas cidades
Desenham-se hieróglifos.
Só nas paredes de quartos solitários,
Mais do que no festim de Baltazar,
Aparecem mensagens.
Dizes que é da umidade? Deixa de positivismo!
A umidade é um meio de escrita como outro qualquer.
Tu, que apenas conhece as 23 ou 25 letras do alfabeto,
Não sejas tão lógio... Escuta a leitura do poeta!

Leituras Dramáticas

Imagem
As Leituras acontecem toda última terça-feira do mês, sempre com grupos e textos diferentes. Após a leitura haverá um debate entre os artistas e o público. Curadoria do projeto: Sandro Coimbra. Informações: 2087-4177. 
Biblioteca Monteiro Lobato, Auditório Pedro Dias Gonçalves
(VER ENDEREÇO)
26 de Agosto 2014 (terça)
20h

7° Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias

Este ano o seminário acontecerá no período de 17 a 19 de novembro, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, capital. Chamada de trabalhos Convidamos todos a enviarem suas experiências / projetos / programas desenvolvidos em bibliotecas e espaços de leitura para serem apresentados no seminário. Para saber mais sobre o evento e como apresentar os trabalhos, acessem: www.bibliotecaviva.org.br

17 DE NOVEMBRO DE 2014 - 7° SEMINÁRIO BIBLIOTECA VIVA8 horasCredenciamento9 horasIntervenção artística9h30Abertura Oficial10 horasPalestra 1TemaCaminhos das bibliotecas da Colômbia: desafio da inclusão pela leitura e pela cultura [título provisório]ConvidadoSilvia Castrillón [Colômbia] - Tradução simultânea - Associação Colombiana de Leitura e Escrita (Asolectura)11 horasPalestra 2TemaNativos digitais [título provisório]ConvidadoPatrícia Konder Lins e Silva - Escola Parque[a confirmar]12 horasPalestras 1 e 2DebatesMediadorElisa Machado - Fundação Biblioteca NacionalRelatorA definir12h30Almoço1…

BIBLIOTECA INDICA: LIVROS DE JOÃO UBALDO RIBEIRO (1941-2014)

Imagem
RIBEIRO, João Ubaldo. Sargento Getúlio. Rio de Janeiro, Alfaguara, 2007. Localização física: F R369s
Getúlio Santos Bezerra é policial militar, herói e anti-herói. Treinado para combater, Sargento Getúlio aprisiona o leitor em sucessivos deslocamentos no tempo, enquanto segue pelo sertão, como um pistoleiro que precisa e quer cumprir sua missão até o final.

RIBEIRO, João Ubaldo. Viva o povo brasileiro. 4a.ed., Rio de Janeiro, Alfaguara, 2007. 639p. Localização: F R369v
O romance se propõe a narrar quatro séculos de história da Bahia, associando imaginação ao fato, na torrente da memória ou da ficção, em que se misturam a verdade e a mentira das palavras.

RIBEIRO, João Ubaldo. O albatroz azul. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 2009. 236p.
Localização física: F R369a

Tertuliano é o protagonista deste romance, um homem muito velho que, apesar de detentor da sabedoria trazida por todos os seus anos de existência, ainda busca apreender algum sentido na vida.

RIBEIRO, João Ubaldo. Você me mata, mãe ge…

Lançamento de livro - “Fabularama”

Imagem
O Professor José Alaercio Zamuner lança e promove recital de estórias e poesia em torno de seu novo livro “Fabularama”, uma obra que traz na sua formação o imaginário brasileiro: mitos, lenda, crendices, curas, rezas, danças, contos e versos; uma fusão das culturas de nosso solo (indígena, europeia e a africana).

Indicação: livre.
Entrada franca. Informações: 2087-4177.
Biblioteca Monteiro Lobato, Auditório Pedro Dias Gonçalves (ver endereço)
23 de Agosto 2014 (sábado) 19h 
Sinopse feita pelo autor:

Sobre a obra FABULARAMA,  maio de 2014 O recorte abaixo é o início de Fabularama. Uma obra que tem como motivo as narrativas orais (mitos, lendas…), o nosso folclore, uma cultura formada em solo brasileiro (aqui o ambiente está em Águas de Lindoia e Monte Sião, berço do autor), com o encontro dos povos: Tupi-Guarani, Europeia e a Africana. Vai ouvindo. Foi assim…

Cinema com Audiodescrição

Imagem
A equipe do Projeto Clarear Guarulhos promove a exibição com audiodescrição do filme iraniano “Um Tempo para Amar”(2008). Mostra a história da família de um próspero funcionário de uma companhia petrolífera do Irã.  Indicação: livre.  Entrada franca. Informações: 2087-4177. 





Biblioteca Monteiro Lobato - Auditório Pedro Dias Gonçalves (ver endereço) 20 de Agosto 2014 (quarta)  14h30

Trailler do filme:

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
BANDEIRA, Manuel; JOSÉ, Elias (Org.); NERY, Marie Louise (ilust.) Berimbau. 
IN: Berimbau e outros poemas. 2a.ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 1988. p.11

Os aguapés dos aguaçais
Nos igapós dos Japurás Bolem, bolem, bolem. Chama o saci: – Si si si si! – Ui ui ui ui ui! Uiva a iara Nos aguaçais dos igapós Dos japurás e dos Purus.
A mameluca é uma maluca. Saiu sozinha da maloca - O boto bate – bite bite... Quem ofendeu a mameluca? – Foi o boto! O Cussaraim bota quebrantos. Nos aguaçais os aguapés – Cruz, canhoto! – Bolem... Peraus dos Japurás De assombramentos e de espantos! …

BIBLIOTECA INDICA: LIVROS DE RUBEM ALVES (1933-2014)

Imagem
ALVES, Rubem; SCATAMACCHIA, Claudia (ilust.) Se é bom ou se é  mau. São Paulo, Paulus, 2007. 16p. (Estórias para pequenos e grandes)
Localização física: J A482s

Adaptação do autor de uma narrativa tradicional em que acontecimentos se sucedem na vida de uma família de proprietários rurais. Se é bom ou se é mau, só o futuro dirá.


ALVES, Rubem; IANNI, André (ilust.) O gato que gostava de cenoura. 3a.ed., São Paulo, Loyola, 2009. 18p. 
Localização física: J A482g

Gulliver é um gatinho com uma peculiaridade: ao contrário de todos os gatos que conhece, ele só gosta de comer cenoura. Seus pais se desesperam, que isso não é normal, forçam-no a comer carne, pois quem gosta de cenoura é coelho e buscam ajuda com o doutor e o teólogo, que tentam persuadi-lo de que isso está errado. O único que é solidário é o professor, com quem ele busca aconselhamento.

ALVES, Rubem. Conversas com quem gosta de ensinar: + qualidade total na educação. 7a.ed., Campinas, Papirus, 2004. 135p.
Localização física: 37 A482c

N…

Aniversário da Biblioteca Maestro Cezar Testai

Imagem
Em comemoração aos 4 anos de inauguração da Biblioteca Maestro Cezar Testai, a contadora de histórias Valdete Xavier conta histórias e brinca com as crianças.
Informações: 2401-8769.

Biblioteca Maestro Cezar Testai  (ver endereço)
14 de agosto de 2014 (quinta)
14h

Varal de Poesias

Imagem
Escritor, crítico literário e tradutor, Paulo Leminski foi um dos mais expressivos poetas de sua geração. Deixou uma obra vasta que continua exercendo forte influência nas novas gerações de poetas brasileiros. Informações: 2087-4177.
Biblioteca Monteiro Lobato (ver endereços)
Agosto de 2014
Segunda a sexta-feira, das 9 às 18h30, sábados das 9 às 17h30.

IMPORTANTE - CADASTRO NACIONAL DE CANDIDATOS À UTILIZAÇÃO DE CÃES-GUIA

Imagem
Imagem: http://animais.culturamix.com/curiosidades/cao-guia  Letras brancas em fundo preto à esquerda. À direita, imagem de cão-guia, sentado com coleira marrom.
*AVISO DE CHAMADA PÚBLICA N° 11, DE 5 DE AGOSTO DE 2014*
CHAMADA PÚBLICA PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO NACIONAL DE CANDIDATOS À UTILIZAÇÃO DE CÃES-GUIA FORMADOS PELOS CENTROS DE FORMAÇÃO DE TREINADORES E INSTRUTORES DE CÃES-GUIA, NO ÂMBITO DOS INSTITUTOS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. A SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, por intermédio da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência cria e acolhe o Cadastro Nacional de Candidatos à Utilização de Cães-guia que participarão do processo de seleção para formação de duplas com os cães oriundos dos Centros de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-guia dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia que possuem o Curso.

BIBLIOTECA INDICA: RELACIONAMENTO PAIS E FILHOS

Imagem
GARDNER, CHRIS. À procura da felicidade. Ribeirão Preto SP : Novo Conceito Editora, 2011. Localização física: 929GARDNER G214a

Chris Gardner é um vendedor que, em tempos difíceis, junto com o filho pequeno, luta bravamente contra a pobreza. A luta diária da classe trabalhadora e dos menos favorecidos está retratada na obra. Quando fez vinte anos, Chris Gardner tinha acabado de sair da Marinha e tinha planos de seguir carreira em Medicina. Considerado um prodígio em pesquisa científica, surpreendeu a todos, inclusive a si mesmo, quando mudou de ideia e escolheu uma carreira na área de finanças. Após encontrar uma posição inicial modesta em uma firma de prestígio, Gardner se viu envolvido em uma rede de circunstâncias que o levaram a viver nas ruas junto com o filho pequeno, que ainda engatinhava. Em vez de render-se ao desespero, pai e filho passaram quase um ano morando em abrigos, albergues, enfrentando filas para conseguir um prato de sopa e até mesmo dormindo em banheiros de estações…