Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

O Pensamento Jovem e sua Autopercepção

Imagem
Conversa com os jovens sobre problemas como drogas, sexo, espiritualidade, violência etc. Neste mês, o diálogo será acerca do documentário Criança, a alma do negócio (2008), que trata da publicidade e o mercado de consumo direcionados para o público infantil. Coordenação: Paulo Massimus e Charles Dalan.

Indicação: livre
Entrada franca
Biblioteca Monteiro Lobato (ver endereço)
8 de fevereiro de 2014 (sábado)
14h

Varal de poesias e exposição de livros

Imagem
Varal de poesias em homenagem ao poeta e escritor Pedro Dias Gonçalves. Por ter sido militante do movimento literário de Guarulhos na década de 1980, o auditório da Biblioteca Monteiro Lobato tem o seu nome.

Classificação livre
Entrada franca
Biblioteca Monteiro Lobato (ver endereço)
1º a 28 de fevereiro de 2014
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30, sábados das 9h às 13h30min

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
MURRAY, Roseana; RESENDE, Andreia (ilust.) Rios de alegria. São Paulo, Moderna, 2005, p.11 (Veredas)

Chuva

A chuva escreve música
na partitura dos telhados,
onde os gatos dançarão valsas
com suas patas de veludo.
Faz música a chuva
com quase nada:
um pouco de nuvem e vento,
um pouco de sino,
esses são seus instrumentos.
Depois virá o sol
com seus acordes amarelos,
os bem-te-vis abençoarão o mundo.


Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
ANDRADE, Mário de. Poesias completas: Pauliceia desvairada, Losango Cáqui, Clan do Jaboti, Remate de males. São Paulo, Martins; Belo Horizonte, Itatiaia, 1980. p.41 (Obras completas de Mário de Andrade, 2)

Anhangabaú

Parques do Anhangabaú nos fogaréus da aurora...
Oh larguezas dos meus itinerários!...
Estátuas de bronze nu correndo eternamente,
num parado desdém pelas velocidades...

O carvalho votivo escondido nos orgulhos
do bicho de mármore parido no Salon...
Prurido de estesias perfumando em rosais
o esqueleto trêmulo do morcego...
Nada de poesia, nada de alegrias!...

E o contraste boçal do lavrador
que sem amor afia a foice...

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
CORALINA, Cora; DENÓFRIO, Darcy França (Org.) Cora Coralina. 3a.ed. São Paulo, Global, p. 230 (Melhores poemas)

A procura

Andei pelos caminhos da vida.
Caminhei pelas ruas do Destino -- 
procurando meu signo.
Bati na porta da Fortuna,
mandou dizer que não estava.
Bati na porta da Fama,
falou que não podia atender.
Procurei a casa da Felicidade,
a vizinha da frente me informou 
que ela tinha mudado
sem deixar novo endereço.
Procurei a morada da Fortaleza.
Ela me fez entrar: deu-me veste nova,
perfumou-me os cabelos,
fez-me beber de seu vinho.
Acertei o meu caminho.

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
ANDRADE, Carlos Drummond de. A rosa do povo. 39a.ed. Rio de Janeiro, Record, p.127

Consolo na praia

Vamos, não chores...
A infância está perdida.
A mocidade está perdida.
Mas a vida não se perdeu.

O primeiro amor passou.
O segundo amor passou.
O terceiro amor passou.
Mas o coração continua.

Perdeste o melhor amigo.
Não tentaste qualquer viagem.
Não possuis casa, navio, terra.
Mas tens um cão.