Projeto Poesia às segundas-feiras


Agradecimentos em idade avançada

          Agradecimentos em idade avançada – agradecimentos antes que eu me vá,
          Pela saúde, o sol do meio-dia, o ar intangível – pela vida, meramente pela vida,
          Pelas preciosas e sempre prolongadas memórias (de ti, minha mãe querida – de ti, pai --de vós, irmãos, irmãs, amigos).
          Por todos os meus dias – não apenas aqueles dias de paz, mas igualmente os dias de guerra,
          Pelas palavras gentis, carinho, presentes de terras estrangeiras,
          Pelo abrigo, vinho e carne – pela doce apreciação,
          (Tu, distante, obscuro desconhecido – jovem ou velho – sem conta, inespecífico, leitor, amado,
          Nunca nos encontramos, e nunca havemos de nos encontrar – e contudo almas que se abraçam, por muito tempo, proximamente e por muito tempo);
          Pelos seres, grupos, amor, feitos, palavras, livros – pelas cores, formas,
          Por todos os homens fortes e valentes – devotados, ousados – que se arremessaram à frente para socorrer a liberdade, em todos os anos, em todas as terras,
          Por aqueles homens mais valentes, mais fortes,  mais devotados – um laurel especial antes que me vá, para os escolhidos na guerra da vida,
          Os canhoneiros da canção e do pensamento – os grandes artilheiros – os mais adiantados líderes, capitães da alma):
          Como soldados que retornaram de uma guerra finda – como viajante entre miríades, pela longa procissão retrospectiva,
           Agradecimentos – agradecimentos plenos de alegria!! – agradecimentos de um soldado, de um viajante.

WHITMAN, Walt; MEIRA, Luciano Alves (Tradução) Folhas de relva. São Paulo, Martin Claret, 2005. p. 499 (A obra-prima de cada autor).
  
Postar um comentário