Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Varal de poesias e exposição de livros

Imagem
Para comemorar o Dia do Poeta de Literatura de Cordel (1º), a Biblioteca oferece aos usuários um varal de poesias e exposição de livros.

Biblioteca Monteiro Lobato
Rua João Gonçalves, 439 Centro
1º a 31 Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30, sábados das 9h às 13h30

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
Fraseador

Hoje eu completei oitenta e cinco anos. O poeta nasceu de treze.
Naquela ocasião escrevi uma carta aos meus pais, que moravam na fazenda, contando que eu já decidira o que queria ser no meu futuro. Que eu não queria ser doutor. Nem doutor de curar nem doutor de fazer casa nem doutor de medir terras. Que eu queria era ser fraseador. Meu pai ficou meio vago depois de ler a carta. Minha mãe inclinou a cabeça. Eu queria ser fraseador e não doutor. Então, o meu irmão mais velho perguntou: Mas esse tal de fraseador bota mantimento em casa? Eu não queria ser doutor, eu só queria ser fraseador. Meu irmão insistiu: Mas se fraseador não bota mantimento em casa, nós temos que botar uma enxada na  mão desse  menino para ele deixar de variar. A mãe baixou a cabeça um pouco mais. O pai continuou meio vago. Mas não botou enxada.

BARROS, Manoel de. Memórias inventadas: as infâncias de Manoel de Barros. São Paulo, Planeta do Brasil, 2008. p.39

Sábado Cultural

Imagem
Neste dia, a Biblioteca abre as portas para um sábado de lazer, onde teremos Feira de Troca Livros, contação de histórias e oficina de origami com Márcio Grou, oficinas de reciclagem, brincadeiras antigas e desenhos para colorir.

Indicação: livre. Onde Biblioteca Orobó Mikail | Rua Justiniano Salvador dos Santos, 311 Parque Mikail Quando 27 de julho de 2013 (sábado), das 9h às 17h

Show Encontros

Imagem
“Encontros”, música do violonista e compositor José Ricardo, dá título ao show que explora a música instrumental brasileira. O nome do show não vem à toa, a apresentação contará com a participação de alguns dos principais músicos da cidade e de outros locais. Projeto financiado pelo Funcultura. Participação especial do guitarrista Paulo Eduardo. Distribuição dos ingressos na recepção do Anfiteatro Pedro Dias Gonçalves meia hora antes do início do espetáculo.

Indicação: 12 anos. Onde Biblioteca Monteiro Lobato | Rua João Gonçalves, 439 Centro | Quando 31 de julho de 2013, às 20h

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
Na última página de uma antologia nova

Tantos bons poetas!
Tantos bons poemas!
São realmente bons e bons,
Com tanta concorrência não fica ninguém,
Ou ficam ao acaso, numa lotaria da posteridade,
Obtendo lugares por capricho do Empresário...
Tantos bons poetas!
Para que escrevo eu versos?
Quando os escrevo parecem-me
O que a minha emoção, como que os escrevi, me parece --
A única coisa grande no mundo...
Enche o universo de frio o pavor de mim.
Depois, escritos, visíveis, legíveis...
Ora... E nesta antologia de poetas menores?
Tantos bons poetas!
O que é o gênio, afinal, ou como é que se distingue
O gênio, e os bons poemas dos bons poetas?
Sei lá se realmente se distingue...
O melhor é dormir...
Fecho a antologia mais cansado do que do mundo --
Sou vulgar?
Há tantos bons poetas!
Santo Deus! ...

(01 de maio de 1928)

PESSOA, Fernando; LOPES, Teresa Rita (Edição) Poesia completa de Álvaro de Campos. São Paulo, Companhia de Bolso, 2007. p.200.

Show Multicultural Sarau LÊ na Biblioteca

Imagem
A Secretaria de Cultura, a Biblioteca Monteiro Lobato e a LÊ Guarulhos (Associação Guarulhense de Escritores) tem o prazer de convidá-los para sarau literário. Haverá poesia, contação de histórias e breves exposições orais. Indicação: livre. Entrada franca. Onde Biblioteca Monteiro Lobato | Rua João Gonçalves, 439 Centro Quando 20 de julho (sábado) | 17h

Espaço Literário

Imagem
Encontro destinado a reunir pessoas para expressar ou manifestar artisticamente seus textos ao público, discutir literatura e conhecer um pouco mais da história da cidade e de seus escritores. Neste mês serão homenageados os poetas Álvaro Levadinha e Chico Buarque de Hollanda. Venha participar desse sarau e traga suas poesias! Coordenação: Ibrahim Khouri (membro da Academia Guarulhense de Letras).

Indicação: livre. Entrada franca. Onde Biblioteca Monteiro Lobato | Espaço do Escritor | Rua João Gonçalves, 439 Centro | Quando 18 de julho de 2013 (quinta-feira) | 15h

Intervenção literária

Imagem
O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica... (Vinicius de Moraes, Soneto do Amigo, Los Angeles, 1946)

Para comemorar o Dia do Amigo (20), o Sistema de Bibliotecas Públicas de Guarulhos oferece uma intervenção literária nas ruas da cidade com poesias de autores diversos e diferentes modos de abordagem do quefazer poético. Todos estão convidados a participar. Performance de Valdete Xavier e Severina Arcelina, origamis de Márcio Grou. Venha e traga seu amigo!

Indicação: livre. Onde e quando Praça Getúlio Vargas, às 11h Rua Dom Pedro II, às 15h | 19 de julho de 2013 (sexta-feira)

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
Temo, Lídia, o destino. Nada é certo.
Em qualquer hora pode suceder-nos
O que nos tudo mude.
Fora do conhecido é estranho o passo
Que próprio damos. Graves nomes guardam
As lindas do que é uso.
Não somos deuses: cegos, receemos,
E a parca dada vida anteponhamos
À novidade, abismo.

PESSOA, Fernando. MARTINS, Fernando Cabral (Organização) Ficções do interlúdio: 1914-1935. São Paulo, Companhia das Letras, p.200.

Cinema com Audiodescrição

Imagem
A equipe do Projeto Clarear (com apresentação de Valter Carvalho e Araçari Teixeira) promove a exibição com audiodescrição do filme Chico Xavier (2010, 125 min), baseado no livro As Vidas de Chico Xavier, de Marcel Souto Maior. O filme descreve a trajetória do médium, que viveu 92 anos desta vida terrena desenvolvendo importante atividade mediúnica e filantrópica. Fechava os olhos e colocava no papel poemas, crônicas e mensagens. Seus mais de 400 livros psicografados, consolaram os vivos, pregaram a paz e estimularam caridade. Para os admiradores mais fervorosos, foi um santo. Para os descrentes, no mínimo, um personagem intrigante.

Indicação: a partir dos 14 anos. Entrada franca. Onde Biblioteca Monteiro Lobato | Rua João Gonçalves, 439 Centro | Quando 17 de julho de 2013 |14h

Dia do Rock

Imagem
Em comemoração ao Dia do Rock (13), recebemos o multi-instrumentista autodidata, produtor cultural e escritor Carlos Finho. Neste show Finho interpreta ao violão clássicos de sua carreira e inéditas recém compostas para seu próximo disco. Entre uma canção e outra, o artista declama trabalhos do seu livro Poemas de Combate.

Indicação: livre. Onde Biblioteca Monteiro Lobato | Rua João Gonçalves, 439 Centro | Quando 12 de julho de 2013 (sexta-feira) | 20h Quanto R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia) | Ingressos à venda na recepção do Anfiteatro Pedro Dias Gonçalves uma hora antes do espetáculo. Reservas pelo telefone 95302-5271 ou e-mail: naturales11a@carlosfinho.com

Lançamento de livros

Imagem
Lançamento dos livros infantis A Cigarra e a Formiguinha Preguiçosa, João Trapalhão e Chiquinha Valente, O Casamento das Flores e Rosinha e o Progresso, todos de Aparecido Pereira de Azevedo. As obras refletem preocupações ecológicas. Haverá ainda apresentação de fantoches com as personagens do livro. Indicação: livre. Entrada franca. Onde Anfiteatro Pedro Dias Gonçalves. Biblioteca Central Monteiro Lobato. Rua João Gonçalves, 439 Centro. Quando 14 de julho de 2013 (domingo) | 10h

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
Eu nunca guardei rebanhos,
Mas é como se os guardasse.
Minha alma é como um pastor,
Conhece o vento e o sol
E anda pela mão das estações
A seguir e a olhar.
Toda a paz da natureza sem gente
Vem sentar-se ao meu lado.
Mas eu fico triste como um pôr do sol
Para a nossa imaginação,
Quando esfria no fundo da planície
E se sente a noite entrada
Como uma borboleta pela janela.

Mas a minha tristeza é sossego
Porque é natural e justa
E é o que deve estar na alma
Quando já pensa que existe
E as mãos colhem flores sem ela dar por isso.

Como um ruído de chocalhos
Para além da curva da estrada,
Os meus pensamentos são contentes,
Só tenho pena de saber que eles são contentes,
Porque, se o não soubesse,
Em vez de serem contentes e tristes,
Seriam alegres e contentes.

Pensar incomoda como andar à chuva
Quando o vento cresce e parece que chove mais.

Não tenho ambições nem desejos
Ser poeta não é uma ambição minha
É a minha maneira de estar sozinho.

E se desejo às vezes,
Por imaginar, ser cordeirinho

Encontro de jogadores de Magic

Imagem
Durante todo o mês de julho a Biblioteca promove um encontro de jogadores de Magic: the Gathering. Trata-se de um jogo de cartas colecionáveis no qual os jogadores disputam utilizando um baralho construído de acordo com o seu modo individual de jogo. Onde Biblioteca Monteiro Lobato | Rua João Gonçalves, 439 Centro Quando 2, 4, 11, 16, 18, 23, 25 e 30 (terças e quintas-feiras) | 14h30

Show Guaru Trio

Imagem
O Guaru Trio foi fundado em outubro de 2009 a fim de trazer sucessos inesquecíveis, músicas que eternizaram na alma de quem vive a cultura brasileira. O grupo já recepcionou bons músicos da Grande São Paulo e também teve a honra de recepcionar o Zimbo Trio. O grupo é composto por Diogo Oliveira (piano, Marcos Nogueira (contrabaixo) e Jeyson Gulatter (bateria).

Onde Biblioteca Monteiro Lobato | Rua João Gonçalves, 439 Centro Quando 4 e 19 de julho, às 20h Quanto R$ 10,00 (inteira) e R$5,00 (meia). Ingressos à venda na recepção do Anfiteatro Pedro Dias Gonçalves meia hora antes do espetáculo.

Varal de Poesias

Imagem
Para comemorar o Dia do Escritor Brasileiro (25), a Biblioteca oferece aos usuários um varal de poesias de Mário Quintana, que completaria 107 anos de idade em 30 de julho.

Onde Biblioteca Monteiro Lobato | Rua João Gonçalves, 439 Centro | Quando 1º a 31 de julho de 2013 | Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30, sábados das 9h às 13h30

Projeto Poesia às segundas-feiras

Imagem
Prece
Senhor, a noite veio e a alma é vil.
Tanta foi a tormenta e a vontade!
Restam-nos hoje, no silêncio hostil,
O mar universal e a saudade.

Mas a chama, que a vida em nós criou,
Se ainda há vida ainda não é finda.
O frio morto em cinzas a ocultou:
A mão do vento pode erguê-la ainda.

Dá o sopro, a aragem — ou desgraça ou ânsia —,
Com que a chama do esforço se remoça,
E outra vez conquistemos a Distância —
Do mar ou outra, mas que seja nossa!
(31 de dezembro de 1921 a 1º de janeiro de 1922)

PESSOA, Fernando. Mensagem. São Paulo, Abril, 2010, p.69  (Clássicos Abril, 24).