Projeto Poesia às segundas-feiras


Chove muito, chove excessivamente...
Chove e de vez em quando faz um vento frio...
Estou triste, muito triste, como se o dia fosse eu.

Num dia no meu futuro em que chova assim também
E eu, à janela, de repente me lembro do dia de hoje,
Pensarei eu "ah nesse tempo eu era mais feliz".
Ou pensarei "ah, que tempo triste foi aquele".
Ah, meu Deus, eu que pensarei deste dia nesse dia
E o que serei, de que forma; o que me será o passado que é hoje só presente?...
O ar está mais desagasalhado, mais frio, mais triste
E há uma grande dúvida de chumbo no meu coração...

20/11/1914

PESSOA, Fernando. Poesia completa de Álvaro de Campos. São Paulo, Companhia de Bolso, 2010, p.95.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!