Projeto Poesia às segundas-feiras


Bilhete a Baudelaire

Poeta, um pouco à tua maneira
E para distrair o spleen
Que estou sentindo vir a mim
Em sua ronda costumeira

Folheando-te, reencontro a rara
Delícia de me deparar
Com tua sordidez preclara
Na velha foto de Carjat

Que não revia desde o tempo
Em que te lia e te relia
A ti, a Verlaine, a Rimbaud...

Como passou depressa o tempo
Como mudou a poesia
Como teu rosto  não mudou!

                                   Los Angeles, 1947

MORAIS, Vinícius de. Antologia poética. São Paulo, Companhia das Letras, 2009, p.239.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!