Projeto Poesia às segundas-feiras


A W.H. Auden
Já não descontarei o cheque
que certo dia me mandaste:
"A João Cabral de Melo Neto,
com dez mil amizades, Auden."

Como a morte encerrou tuas contas
de libras, dólares, amizade,
hoje só resta a conta aberta
de teus livros de onde sacar-se.

E de onde há muito que sacar:
Como botar prosa no verso,
como transmudá-la em poesia,
como devolver-lhe o universo

de que lhe falou: como livrá-la
de falar em poesia, língua
que se estreitou na cantilena
e é estreita de coisas e rimas.

MELO NETO, João Cabral de. A educação pela pedra e depois. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1997. p.247.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!