Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Oswald morto. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.73

Enterraram ontem em São Paulo
um anjo antropófago
de asas de folha de bananeira
(mais um nome que se mistura à nossa vegetação tropical)

As escolas e as usinas paulistas
não se detiverem
para olhar o corpo do poeta que anunciara a civilização do ócio
Quanto  mais pressa  mais vagar

O lenço em que pela última vez
assoou o nariz
era uma bandeira nacional

NOTA:
Fez sol o dia inteiro em Ipanema
Oswald de Andrade ajudou o crespúsculo
hoje domingo 24 de outubro de 1954

Peça teatral Farsas e trapaças

Oficina de formação. Foto: Site Oficial
Seguindo o processo de pesquisa do teatro popular e da comédia, o Centro de Formação dos Doutores do Riso Curativo, propõem uma inovação no que vem sendo apresentado nas conclusões das oficinas. Essa turma em especial, apresentará um espetáculo, que é uma verdadeira Farsa e Trapaça, onde por meio dos Canovaccios (roteiros) usados na Idade Média, os alunos construíram suas farsas. Usando a lógica dos Tipos Medievais da Comédia Dellart, brincaram nas aulas e puderam descobrir uma maneira diferente de fazer a plateia rir. Ao todos serão 7 farsas criadas pelos alunos e tudo amarrado com a narração de dois Zannis (um casal) que vai dar o que falar. Venha viajar um pouco pela história, e descobrir o quão trapaceiros podemos ser. Direção: Estefânia Zonaro. Assistente de Direção: Cláudio Lennox.  

Indicação: livre
Entrada franca
Anfiteatro Pedro Dias Gonçalves
Biblioteca Monteiro Lobato
15 de dezembro de 2012
19h
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!

Programa Agentes de Leitura