Gravata colorida, de Solano Trindade



Quando eu tiver bastante pão
para meus filhos
para minha amada
pros meus amigos
e pros meus vizinhos
quando eu tiver
livros para ler
então eu comprarei
uma gravata colorida
larga
bonita
e darei um laço perfeito
e ficarei mostrando
a minha gravata colorida
a todos os que gostam
de gente engravatada...

TRINDADE, Solano; REIS, Zenir Campos (org.). Poemas antológicos de Solano Trindade. São Paulo, Nova Alexandria, 2007. p.32 (Obras antológicas)

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!