Biblioteca Indica: Sempre é tempo para bons sentimentos. Histórias de amor, paz, amizade, esperança, fé, lealdade, gratidão e solidariedade.

Imagem
"Todo o nosso conhecimento se inicia com sentimentos."


SCHOLES, Katherine; INGPEN, Robert. Tempos de paz. Localização: J S391t A Unesco, desde sua criação no final da Segunda Guerra Mundial, já declarava: As guerras nascem no espírito dos homens; logo, é no seu espírito que precisam ser erguidos os baluartes da paz. Aprenda a resolver pacificamente os problemas de sua vida - primeiro que tudo. Isso porque a paz começa com você. No seu próprio quintal. Ainda há as imagens belíssimas de Robert Ingpen que interagem com o tom questionador e reflexivo do livro. Sua leitura contribuirá para sensibilizar a criança a ter uma relação harmoniosa consigo mesma, com os outros e com a natureza.

GEE, Darien; KLESCK, Alice. O pão da amizade. Localização: F G263p Um presente anônimo conduz uma mulher a uma jornada que ela jamais poderia imaginar. Certa tarde, Julia Evarts e Gracie, sua filha de cinco anos, chegam em casa e encontram um presente na varanda da frente: um pão da amizade com o simpl…

“Linguagem Braille para todos” – Juana Maria Rey de Cardozo


Lançamento do livro “Linguagem Braille para todos” – Juana Maria Rey de Cardozo


Biblioteca Monteiro Lobato
25/sabado - às17h


A preparação de crianças e  educadores para receber naturalmente um aluno especial, neste caso o aluno com deficiência visual, parte do desenvolvimento em sala de aula de  estratégias pedagógicas que estimulem a reflexão sobre a temática da inclusão, da aceitação da diferença e principalmente da diminuição de atitudes preconceituosas. Estas atividades permitem o acolhimento e integração do aluno, a partir da iniciativa dos  educadores na mudança atitudinal, frequentemente observada. Fazer uma “roda de leitura” com livros infantis transcritos ao braille e desenvolver atividades a partir da mesma, de acordo à faixa etária, motiva uma reflexão muito positiva para todos. Estas atividades podem ser compartilhadas com outros educadores, as vivências e sua importância.




Profª.  Juana
Juana Maria Rey de Cardozo

Formada em Educação Física, Psicologia, Pedagogia e é mestre pela FEUSP na área de Educação Especial, tem a preocupação de escrever o nosso idioma corretamente e, para isso, tem sempre à mão um dicionário para tirar dúvidas. Atua há mais de dez anos  na formação de educadores e adultos com deficiência visual no ensino da Linguagem Braille na Biblioteca Monteiro no município de Guarulhos.
Coordenadora do Espaço Braille e autora do livro “Era uma vez nós, ...crianças!”. A literatura infantil como elemento enriquecedor do processo de alfabetização de crianças com baixa visão.

Entrada franca.
Rua João Gonçalves, 439, Centro.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!

Programa Agentes de Leitura