Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Glauber morto. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.351

O morto não está de sobrecasaca
não está de casaca
não está de gravata.

O morto está morto

não está barbeado
não está penteado
não tem flor na lapela
um flor 
na calça
sapatos de verniz

não finge de vivo
não vai tomar posse 
na Academia.

O morto está morto
em cima da cama
no quarto vazio.

Como já não come
como já não morre
enfermeiras e médicos
não se ocupam mais dele.

Cruzaram-lhe as mãos
ataram-lhe os pés.

Só falta embrulhá-lo
e jogá-lo fora.



Espaço Braille e seu Estudio de Gravação de Audio

video

O Espaço Braille “Professora Alice Ribeiro”, na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato, em Guarulhos, recebeu, dia 10 de dezembro de 2008, um estúdio de som para gravação de K-7 e CDs de textos e livros falados para o acervo e para a prestação de serviços a entidades da comunidade. Concretizando assim o processo de modernização e informatização, para a formação acadêmica de seus usuários.

A aquisição do equipamento foi possível graças a verbas do Programa Petrobras Cultural, e faz parte de um projeto que tem por objetivo transformar o espaço num centro de referência.

O local já recebeu um computador com softwares para facilitar a vida de pessoas cegas ou com visão reduzida. São dois programas: um, que lê e transforma em voz tudo que está na tela, permitindo o acesso à internet; e o outro, que permite a leitura, por meio de um sintetizador de voz, de qualquer texto digitado ou copiado por meio de scanner, transformando-o em linguagem Braille para impressão.

O local dispõe também de lupa eletrônica que, anexada a um televisor, amplia a imagem para permitir a leitura a pessoas com baixa visão, o equipamento aumenta o tamanho real dos conteúdos em até 16 vezes. E, ainda, de uma impressora Braille, para a produção de textos, apostilas e folhetos. O aparelho reproduz materiais, que antes eram feitos de forma artesanal e sujeito a erros, de uma maneira muito mais dinâmica. Com os equipamentos, o Espaço Braille procura ampliar suas ações, como a formação de copistas no método Braille, programa do ledor voluntário e apoio técnico e pedagógico a distância para alunos deficientes visuais dos ensinos fundamental, médio e superior.

O Espaço Braille “Professora Alice Ribeiro” fica na rua João Gonçalves, 439, Centro, Guarulhos. Mais informações pelo telefone 2087-6900.

Espaço Braille

O Espaço Braille cadastra ledores voluntários para participar de gravação de publicações e livros falados. Os voluntários vão passar por uma capacitação, com leitura de livros para treinamento de fluência e dicção, além de palestras com uma fonoaudióloga do Sesmet. A capacitação terá início na segunda quinzena de janeiro. Para se inscrever basta comparecer à Biblioteca Municipal Monteiro Lobato, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.

Fonte: www.guarulhos.sp.gov.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!