Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Glauber morto. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.351

O morto não está de sobrecasaca
não está de casaca
não está de gravata.

O morto está morto

não está barbeado
não está penteado
não tem flor na lapela
um flor 
na calça
sapatos de verniz

não finge de vivo
não vai tomar posse 
na Academia.

O morto está morto
em cima da cama
no quarto vazio.

Como já não come
como já não morre
enfermeiras e médicos
não se ocupam mais dele.

Cruzaram-lhe as mãos
ataram-lhe os pés.

Só falta embrulhá-lo
e jogá-lo fora.



ESPAÇO BRAILLE E A INCLUSÃO TECNOLÓGICA


video

Criação do Espaço Braille em Maio de 2000 na Biblioteca Monteiro Lobato.

Dezembro de 2002: unificação dos acervos; integração do serviço no mesmo espaço físico; modernização do Sistema; 2007: informatização do Serviço Braille.

O Espaço Braille tem colaborado na inclusão social dos deficientes visuais através da orientação de atendentes de público especial e cursos permanentes de Copista Braille e apoio pedagógico às escolas e universidades.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busque você mesmo!