Postagens

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Lições de Arquitetura. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.301

No ombro do planeta (Em Caracas) Oscar depositou para sempre uma ave uma flor (ele não faz de pedra nossas casas: faz de asa)
No coração de Argel sofrida fez aterrizar uma tarde uma nave estelar                             e linda como ainda há de ser a vida
(com seu traço futuro Oscar nos ensina que o sonho é popular)

Não haverá alteração do atendimento nos demais dias.

Imagem

Literalmente Isso recebe artista guarulhense

Imagem
Com repertório popular, que inclui canções de Djavan, Chorão e Vinícius de Moraes, a musicista guarulhense Dedê Brasil faz a apresentação “Teclado e Voz”, no dia 6 de dezembro, quarta-feira, às 15 horas, na Biblioteca Monteiro Lobato. A apresentação, que integra o calendário de eventos do projeto “Literalmente Isso”, é uma iniciativa da Secel – Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer. A entrada é gratuita a classificação, livre. O show destaca o talento da jovem musicista que tem forte influência da MPB, Reggae e Jazz. A apresentação revela ainda a versatilidade da artista que também traz canções autorais como “O que é o amor?”, “Olhe as cores”, “Do Jeito que Dá”, “Moreno” e “Bad de Domingo”. O Projeto “Literalmente Isso” promove na cidade uma programação especial voltada para o incentivo à leitura. As atividades são descentralizadas e realizadas nas bibliotecas, centros de incentivo a leitura e espaços educativos da cidade, como o Adamastor Centro, CEUs e Escolas da Prefeitura…

Organize sua agenda também.

Imagem
As atividades culturais marcadas nestas datas ocorrerão normalmente. 

Projeto Poesia às 2as.feiras

Imagem
GULLAR, Ferreira. Despedida. IN: Toda poesia (1950-1999). 10ed., Rio de Janeiro, José Olympio, 2001. p.348

Eu deixarei o mundo com fúria. Não importa o que aparentemente aconteça, se docemente me retiro.
De fato nesse momento estarão de mim se arrebentando                     raízes tão fundas quanto estes céus brasileiros. Num alarido de gente e ventania olhos que amei rostos amigos tardes e verões vividos estarão gritando a meus ouvidos              para que eu fique              para que eu fique
Não chorarei. Não há soluço maior que despedir-se da vida.

Compartilhe suas indicações.

Imagem
"Livros não mudam o mundo. Livros mudam as pessoas.  As pessoas mudam o mundo."
Participe do Projeto "Eu Indico!". Retire um folheto na recepção superior da Biblioteca Monteiro Lobato e divida com a gente o porquê de ele merecer um lugar especial na sua lista de livros preferidos. Sua indicação ficará exposta no nosso mural e ainda pode ganhar um destaque especial em nossas redes sociais.